quarta-feira, 14 de junho de 2017

A Amizade do Ganso com a Atleta - Polenta com Ragù de Vôngole - Filés de Atum com Cebola e Alcaparras - Galette de Maçãs com Creme de Confeiteiro




Onde moro, há um lago onde muitos animais silvestres habitam. Alguns gansos fazem a festa quando o dono de um restaurante, no meio da tarde, chega com verduras para eles comerem. Fez até um comedouro bem bonitinho para os gansos. Mas já vi outros animaizinhos silvestres se fartando no comedouro. E tudo fica bem, pois os animais convivem em paz. 


Além do pato com prótese, que já contei aqui, há uma outra história que ouvi em um verão passado, mas que ficou bem guardada na minha memória. Fico sempre imaginando o ganso que foi o protagonista, naquela ocasião. 


O tal ganso que virou celebridade, estava com uma das asas machucada e uma das moradoras, que é atleta, levou o ganso para a casa e cuidou da asa machucada, com todo o amor e carinho, contando com a ajuda de um veterinário. Isso levou alguns dias, não sei quantos, mas o suficiente para a construção de uma forte amizade entre a atleta e o ganso. 

Certo dia, o ganso já liberado pelo veterinário, com a asa em perfeito estado, foi levado novamente para o lago, pela atleta. A intenção da moça tão generosa e amorosa, foi fazer com que o ganso voltasse a viver em seu habitat natural, juntamente aos outros animais. De volta ao lar! 


Sabem o que aconteceu? Ele voltou para a casa da atleta e sozinho! Fez um escândalo na porta da casa. A chegada até a porta foi bem fácil, pois aqui no condomínio, não é permitido o uso de portões, já que o condomínio é fechado. 

Quando a atleta foi ver o que estava acontecendo na sua porta, lá estava o ganso, de volta para o que ele desejava como habitat natural, onde foi amado e bem cuidado. 

Não sei o que aconteceu depois que o ganso voltou para a casa da moça, mas achei essa história espetacular. O amor é um sentimento que não temos o controle, ele nasce, cresce e pode até mudar o curso de nossas vidas.

O amor existe, também, para vivermos encantados! E penso que mais encantado é quem ama, do que quem é amado. 




Para embalar com amorosidade os nossos corações, deixo a canção 'Historia de un Amor', interpretada pelo grupo French Latino, que aprecio imensamente! 





E assim, vai crescendo a minha principessa Mariana, sempre bem motivada pelos pais, a ter contato com os animais. E ela gosta!






Este blog, é também o meu caderno de receitas, aquelas que eu mais gosto. Então, caso você não goste de ler sobre receitas, etc e tal, relaxe! Siga agora apreciando apenas as fotos e no final, ainda vai ganhar um beijinho e um carinho. Ahhh... eu sou anti-gourmet, uso o alecrim como tempero, como minha nonna usava e não somente para decorar pratos, não faço molhos para desenhar riscos abstratos no prato e adoro café 'espresso', mas sem corações e rostos da Monalisa desenhados. Nada contra, cada um faz e gosta do que bem quiser, apenas eu não gosto. Aprecio as tradições e quanto mais simples e rústicas, mais eu gosto. Também sei apreciar pratos refinados, mas sem o alecrim deslumbrado, para justificar os $$$$$ cobrados. A minha cozinha salta para outras dimensões, quando posso cozinhar com calma, esqueço até da panela de pressão. Porém ela, a panela de pressão, é querida e necessária. Mesmo contrariando o pediatra do meu filho, quando era um bebê, fiz muitas papinhas para ele na panela de pressão, pois o tempo era curto e os afazeres eram imensos, especialmente para uma jovem e inexperiente mãe. Aprendi com a minha mamma que "ser perfeita pode causar doenças, por vezes minha filha, é mais 'sano' fazer a fila andar..."




Comecemos então, pelo primo piatto, que é polenta feita com brodo (caldo) de peixe e um delicado molho de tomates, acariciado com a água do cozimento dos vôngoles, além dos vôngoles e temperos. 

É um prato extraordinário, para quem aprecia os sabores do mar!


A polenta eu gosto da marca italiana Moretti, do tipo bramata, com uma moagem mais grossa, preservando o amido, resultando assim, em uma polenta bem cremosa e com muito sabor. Para este prato, a polenta bramata bianca, também é indicada, pois tem um sabor mais delicado. 

Uma parte de polenta para 4 de partes de líquido, que substituí a água por brodo de peixe. Sempre tenho no freezer caldos para usar quando for preciso. Faço em grande quantidade, de carne, de legumes e de peixe, sem sal. Voltando a polenta, quarenta minutos no fogo médio, mexendo para não formar grumos e termino com um fio de azeite. Finito! Não esqueça de salgar a polenta! 

Os vôngoles são abertos em uma panela com um ramo de salsinha, fio de azeite e vinho branco. A água dos vôngoles é reservada, uma preciosidade de sabor! Não precisa de sal, pois a água do mar já tempera na medida certa. 

Tomates belos e maduros, sem a pele são picados e refogados em azeite, alho picado, sal e peperoncino seco. Um pouco de açúcar para controlar a acidez dos tomates. É hora de juntar a água dos vôngoles. Quando tudo estiver bem perfumado e os tomates desmaiados, junto os vôngoles abertos, envolvo tudo e desligo o fogo. Termino ralando pimenta preta e está pronto!

É só montar o prato. A polenta assim que ficar pronta, é ajeitada em pratos individuais. Por cima, colheradas do molho de vôngoles. Salsinha picada para perfumar.

Parmesão ralado? Eu não gosto para este prato. Meu coração salta avisando sobre um litígio de sabores, entre o leite e os aromas do mar, neste caso, com o brodo de peixe usado para dar sabor a polenta. Porém, é revigorante um giro generoso de azeite de oliva, com a certeza de um feliz matrimônio.  




Agora, o secondo piatto, que chega bem robusto com filés de atum fresco, cebola, vinho branco e alcaparras.  


Nada pode ser mais fácil, o segredo é não fritar muito os filés de atum, para não ressecar e não dourar demais a cebola. 

Azeite em quantidade generosa na wok. Sem que aqueça muito, frite os filés (ou postas?) de atum (um dedo de espessura), dos dois lados, virando com cuidado. Salgue a rale pimenta preta. Um ou dois minutos de cada lado, observando os filés pela lateral, que vão mudando de cor. Tire os filés e reserve em um prato tampado. 

Ainda na wok, junte um pouco mais de azeite se for necessário e frite as cebolas cortadas em meia lua. Quando as tiras de cebola estiverem bem envolvidas em azeite, junte um pouco de vinho branco (pode substituir por água), talvez 1/4 de xícara e continue até secar um pouco o líquido. Junte mais um fiozinho de azeite, um pouquinho de açúcar, misture e entre com uma pitada de sal. Agora é a vez de voltar os filés de atum na wok e envolva-os com a cebola, sempre com cuidado, peixe é uma carne delicada. Espalhe alcaparras por cima e pode servir.  




E para a sobremesa, galette de maçãs delicadamente carameladas, aromatizadas com noz-moscada e canela, sobre creme de confeiteiro.

Olhem, é uma sobremesa muito, mas muito deliciosa!


A massa desta galette é espetacular! Parece um biscoito, muito leve e crocante. 

200 gramas de farinha de trigo peneirada,
60 gramas de açúcar,
80 gramas de manteiga com sal (tua manteiga é sem sal? Junte uma pitada de sal na farinha) e
1 ovo.

Agregue todos os ingredientes, sem amassar muito, de preferência mantendo alguns pedaços de manteiga. Manter na geladeira por uma hora, envolvida em filme plástico de PVC.  

Faça o creme de confeiteiro, levando ao fogo 250 ml de leite integral com meia fava de baunilha ou um bom pedaço de casca de limão. Após ferver, desligue o fogo e espere esfriar um pouco. 

Em uma vasilha, junte 2 gemas coadas, 75 gramas de açúcar, 20 gramas de maizena e um pouquinho do leite fervido temperado com a baunilha. Bata com um fouet até espumar um pouco. Volte a mistura das gemas para a panela, acenda o fogo, chama média e siga mexendo com o fouet até engrossar. Desligue o fogo e junte uma colher rasa de sobremesa de manteiga. Misture até derreter a manteiga e reserve com filme plástico de PVC por cima do creme, para não formar uma nata espessa. Reserve.

Para caramelizar as maçãs, leve para uma frigideira três maçãs descascadas e cortadas em fatias não muito finas, envolvidas em suco de limão. Antes, derreta na frigideira, uma colher de manteiga, um fio de azeite, uma colher de açúcar (não muito cheia) para cada maçã, um pouco de canela, um pequeno cálice de cognac e siga até as maçãs ficarem macias. Desligue o fogo, rale um pouco de noz-moscada e misture. Reserve.

Retire a massa da geladeira, polvilhe farinha em um pedaço de papel manteiga, de tamanho maior em relação ao tamanho da forma (24 com de diâmetro). Abra a massa com um rolo, em formato redondo, um pouco maior que a forma. Transfira a massa, com o papel manteiga para a forma e mantenha as bordas para fora.

Ajeite o creme de confeiteiro na massa (antes bata bem com o fouet), depois arrume as maçãs por cima do creme, e traga as bordas para dentro da galette, observe a foto abaixo. Arrume bem a galette, cuidando das bordas. Pulverize açúcar granulado nas bordas e leve para assar a 200º, em forno pré-aquecido até dourar a massa.

Depois de assada, espere esfriar um pouco, até ficar mais firme. Com a ajuda do papel manteiga, retire a galette da forma e deixe esfriar totalmente, por cima de uma grade, mas com o papel manteiga. Dessa maneira, a base da galette vai respirar e ficar crocante. 





E aqui deixo os meus beijinhos, mas antes, um licor! Sambuca, para um gran finale, com sabor e aroma de anis. Também um 'espresso'.

E este foi o almoço de um domingo frio e chuvoso. 







51 comentários:

  1. Maria da Glória! peguei saindo do forno teu post e me encantei! Adorei a história do ganso e o amor que ele recebeu e soube tão bem aproveitar a ponto de querer lá na casa dela morar. Linda demais! Beleza isso!

    Agora, de vo te dizer que aqui está um fiozinho danado... Tu me apareces com essas comidas maravilhosas e fiquei aqui babando,rs...Adoramos vôngoles... Uso a mesma polenta que tu por aqui!

    E o peixe? Nota DEZ!

    O doce? Soberbo! E ainda nos fizeste lembrar o SAMBUCA, que Kiko tem até esquecido por aqui! Adorei!

    Valeu do início ao fim! Parabéns sempre! beijos, ótimo feriado! chica

    ResponderExcluir
  2. hahaha, adorei essa postagem, essas comidinhas gostosas, generosas... mas eu gosto é de comer! Adorei a história do pato, pois sou 1000% a favor dos animais, acarinhando, protegendo. Sempre tivemos animais de estimação em casa, desde criança. Possuía cachorros, cavalos (praticava o hipismo), passarinhos, peixes em aquário. Adorei o pato ter voltado, veja só como são gratos os animais!! Mas uma pergunta: a atleta ficou com o pato? Pena você não saber...
    Linda sua princezinha e gostei muito do vídeo.
    Beijo, querida Maria Glória! Um feliz resto de semana.

    ResponderExcluir
  3. teu blog e uma maravilha!!!!! em comparacao com tuas belezas o meu nao chega nem aos pes!!! parabens por tudo e principal,ente pela tua linda menina!! enquato ao pato e os amiguinhos, que lindo. TUDO!!!! beleza e VOCE!!!!! e me esta dando uma fome..............kilos de beijos

    ResponderExcluir
  4. Amadinha
    Vim a correr...Vês como estou cansada? Já não tenho idade para estas correrias... :))))))))))))
    Hoje é feriado em Portugal. Aí não?
    Portanto... vou almoçar a casa da filhota, e já passa das 11 horas. Tenho que me apressar.
    Mas volto, viu? Não podia deixar de ver e ler o que postaste.
    Me aguarde.

    Beijos mil, e dia feliz.

    Continuação de boa semana.
    Beijinhos
    MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

    ResponderExcluir
  5. Olá Maria Glória.
    Onde tu moras é para dar inveja em qualquer pessoa.
    Postagem magnífica a tua. Gostei muito. Parabéns.
    Um abraço.
    Pedro.

    ResponderExcluir
  6. Your food really looks delicious !! I'm delighted with photos of wild goose !! I like to photograph birds!
    Greetings

    ResponderExcluir
  7. Gloria, você realmente nos fascina com as historias e as receitas !
    Quase fui me apaixonando pelo ganso , e assim seria um triângulo amoroso: eu, o ganso e a atleta. ( era atleta?)
    Extasia saber desse amor de animais com seus donos.
    E a princesa Sofia ? lidinha , com seus olhinhos apertadinhos de alegria. Você deve dar muitas beijoquinhas nesse rostinho fofo. Faz muito bem os pais orientarem sobre o amor a natureza. É de criança que se aprende tudo e leva para a vida.
    Gloria, amei as receitas mas fico com a sobremesa por razões que você já sabe. Mas todas foram bem elaboradas e explicadas. Sorte de quem degustou .
    Adorei quando diz: tomates desmaiados ... molho de tomates acariciado pela água dos vongoles ...
    receitas romanceadas, típicas de uma escritora
    parabéns menina

    beijos

    ResponderExcluir
  8. Postagem deliciosa no tocante à receita, reflexiva no que diz respeito a história do ganso com a atleta. Quisera os homens fossem como os animais: vivessem em harmonia, compartilhando tudo. Beijos carinhosos!

    ResponderExcluir
  9. Esse ganso é bem esperto!
    Ai esses pratos, de dar água na boca!!!
    http://araparigadoautocarro.blogs.sapo.pt/

    ResponderExcluir
  10. Oi Maria, boa tarde e prazer também em te conhecer e conhecer esse blog maravilhoso!
    Amei a história do ganso. Eu sou apaixonada por animais e se pudesse faria um zoológico dentro da minha casa kkkkk
    Gostei tanto daqui que já fiquei te seguindo e até me inscrevi p/receber suas novidades por e-mail.
    Bjssss e um belo FDS p/vcs

    ResponderExcluir
  11. Oi Maria Gloria! Também vim te conhecer, e virei seguidora, adorei o seu blog, a historia de amor do ganso & a atleta, linda, esse lago maravilhoso no seu condomínio, onde os animais vivem em paz, que coisa boa, na minha rua, os animais também se sentem assim. Gostei das receitas e a sobremesa fiquei tentada a fazer, depois da jardinagem, descobri também o prazer em cozinhar. Enfim gostei de tudo.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  12. Minha amiga mais um post maravilhoso.
    Adorei a história do ganso, todo o amor é sempre tão belo e tocante.
    A sua princesinha Mariana está belissima!
    Quanto à refeição aí que delicia, essa polenta tinha um aspeto super delicioso.
    Bom fim de semana
    Beijinhos
    Maria de
    Divagar Sobre Tudo um Pouco

    ResponderExcluir
  13. Qué bonita la historia del ganso que fue curado y luego volvió al lado de su cuidador.
    Los animales no pueden enseñar muchas cosas,entre ellas la fidelidad .
    Tus platos tiene buen aspecto,buenísimo,y me dan ganas de comerlos todos.
    Besucos

    ResponderExcluir
  14. Bom dia, belas fotos dos gansos barulhentos, a princesa Mariana tem um sorriso maravilhoso, é linda, a suas receitas são sempre perfeitas.
    Feliz domingo,
    AG

    ResponderExcluir
  15. Os animais são uns amores! Faz bem o contacto com eles, ajudá-los é muito gratificante. (Adorei o aspeto da sobremesa)

    ResponderExcluir
  16. OLá, querida amiga Maria Glória!
    Gosto de tudo que vc posta... sou suspeita pra falar...
    Amo suas comidinhas caseiras e cheias de charme...
    Sua netinha é mesmo uma princesinha italianinha... de coração que seja...
    Amei ler o que disse sobre encantamento, também penso assim... e, aliás, estou sempre encantada... Não sou princesa mas vivo assim em estado de alma...
    O amor me pertence... rs...
    Seja feliz e abençoada!
    Bjm de paz e bem

    ResponderExcluir
  17. Oi Glória, bt!
    Obrigada pelo comentário carinhoso lá no blog e que bom que nos tornamos amigas kk. Que seja então o início de uma bela amizade!
    Bjsss e que vcs tenham uma semana de sucesso e abençoada é o que desejo

    ResponderExcluir
  18. Querida Maria da Glória! Tens razão, o amor é algo incontrolável e que bom que é assim.O amor acolhe. Tua Mariana está linda e q bom este contacto. Polenta reporta-me à a casa de minha avó, aí que saudades. De onde veio este teu dom para cozinhar? Foi herança de família ou fizeste curso de chefa? Minha querida, um feliz semana na para ti.Tínhamos pérgola mas já desisti, o inverno por cá é longo e elas n resisti. Uma boa pérgola de madeira e telhas, custa quase 1500 euros, um grande investimento para pouco tempo de sol.Mas vou comprar um sombreiro da ikea.Beijinhos

    ResponderExcluir
  19. Amiguita del mio cuore
    (Não, não sei italiano, um amigo italiano me chamava assim... )
    Como eu gostaria de morar num local assim! Amo animais e Natureza, elementos que aí, pelo que vejo, existem em abundância.
    Adorei a história do ganso, muito semelhante ao que aconteceu comigo, mas com um frangote. Estava doente, andei com ele no bolso, fiz-lhe uma caminha para dormir ao lado da minha cama, e depois... quando ficou bom seguia-me pela casa toda. Os animais superam os humanos!
    Escrevi a história com detalhes e fiz um post que publiquei no meu blog faz tempo.

    A “principessa” está um encanto. Dá gosto ver o ar de felicidade dela, nesse ambiente maravilhoso. (como conseguiste fazer uma netinha tão linda???) rsrsrsrssssssssssssss

    Sabores do mar é comigo… Confesso que sou bastante esquisita, poucas coisas me agradam – talvez porque raramente sinto vontade de comer – mas tudo o que vem do mar é bom (incluindo os marinheiros… rsrsrsrssss)

    Como não sei o que são vôngoles perguntei ao Dr.Google, que me informou que são bivalves – amêijoas, p.ex.
    Bifes de atum… hum, hum… delícia. Gosto muito de atum de todas as formas, incluindo de conserva.
    E o que dizer da sobremesa? Nada, não dizer nada, apenas comer e lambuzar!
    E, para remate, um belo cálice (ou copo…) de sambuca (tenho uma garrafita que está a menos de meio…)
    E o expresso, é claro!
    Vou levar a receita da galette. Do resto não preciso porque já fixei, mas da galette preciso das quantidades… Obrigada, querida.

    Depois deste lauto banquete vou para a cozinha preparar o almoço. Hoje a filhota vem almoçar às 12,30, já falta menos de uma hora.

    Deixo-te um montão de abraços gostosos, e desejo de dias esplendorosos.

    Votos de uma semana muito feliz.
    Beijinhos
    MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

    ResponderExcluir
  20. Olá Maria Glória! Obrigado pela visita e comentários no meu blogue. Ainda não sei muito acerca dos adornos antigos, quanto à renda não sei se seria muito utilizada, mas em relação ao arame já tenho lido que era bastante utilizado, pois era mais fácil de trabalhar, há fio de arame de muitos materiais, inclusive os mais nobres prata e ouro. Beijinhos e boa semana! :)

    ResponderExcluir
  21. Querida Glorinha, cada um dos seus posts configura uma espécie de almanaque onde se encontra tudo e mais alguma coisa. Marianinha é uma bonequinha linda convivendo com os bichinhos na maior das harmonias.
    A história do ganso diz muito sobre a fidelidade animal.

    Ah!!!!
    Mas o que eu realmente amo são as suas receitas culinárias.
    Essas ameijoas são - só podem ser - absolutamente divinas e esse sabor a mar é arrebatador.
    O atum fresco com cebolada promete delírios no sabor e a tarte de maçã com caramelo acaracia o palato, mas, principalmente, a alma.

    Quando eu for aí - oh! sonho lindo! - aviso e me faço convidada para a tua mesa.

    Beijinho grande da Nina

    ResponderExcluir
  22. Realmente há histórias de amor e amizade incríveis.. Quem disse que os animais não sentem?! Aqui está a prova de que sentem e muito. São fiéis, bons amigos, companheiros e nunca desistem de quem lhes faz bem!
    A Mariana está uma linda princesa, a crescer com um sorriso enorme, que assim continue, a ilmuniar todos os que a rodeiam e para provar estes belos petiscos que aqui vimos!
    Um grande beijinho

    ResponderExcluir
  23. Só muito depois de ter comentado me lembrei que me esqueci (lembrei que esqueci... estás a ver... rsrsrs) de fazer referência ao vídeo.
    Adoro essa música, e o vocalista tem uma voz tão doce!
    Quando eu era jovem... cantava-a muitas vezes. Há bastante tempo que não a ouvia, por isso apreciei ainda mais.
    Fui ao Youtube guardá-la nos meus favoritos.
    Obrigada por mais essa prendinha, amore mio.

    BeijOOOcas,

    MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

    ResponderExcluir
  24. Olá Maria Glória, como está linda sua Mariana!!!
    Fiquei emocionada com a história do ganso, amor é algo tão puro e verdadeiro... E gansos são muito amorosos!
    Adorei o que você falou sobre o amor. Amar simplesmente por poder sentir o amor!!!Sem esperar nada em troca.
    Mas ser amada também é bom...Recebo muitos mimos de meu marido, são pequenos gestos no cotidiano que revelam seu amor, seu cuidado e isso me toca profundamente. Já são 30 anos juntos e continuamos namorando.
    Adorei a galete de maçã, já copiei e vou experimentar, adoro doces com frutas.
    Grande e carinhoso abraço

    ResponderExcluir
  25. Glorinha minha querida boa noite!

    Cheguei! Já puxei a cadeira, me servi de um delicioso cafezinho forte, quente e espumoso do jeito que aprecio. Está no ponto! Obrigada, rsrs.
    Então, estive em off no blog por alguns dias. Devido o feriado resolvi navegar até o interior pra sentir o cheiro do mato e terra molhada. Poder olhar aquele céu cheio de pontinho de luz, e conversar com minha amiga Sirius é demais... Você precisa conhecer essa minha amiga viu? risos.
    Sabe Glorinha, tuas postagens são sempre muito atiladas, com um tempero especial, com dosagem na medida certa. Esse dois em um, histórias reais e caderno de receitas. Nota mil! Muito bom!
    Deve ser um paraíso esse teu condomínio, as imagens são muito bonita. Essa primeira imagem dá pra perceber vários gansos nadando no lago. Deve ser uma bela visão em época de verão. A história é muito bonita. Dizem que os gansos formam pares, e fica junto à vida toda. Por ai dá pra perceber que eles não gostam de ficarem sozinhos. Além de sua beleza, os gansos também são usados como animais de guarda, e faz muito barulho quando percebem a chegada de estranhos.
    Quando eu era criança, minha avó tinha uma criação de gansos no sitio, e a gente se divertia muito por lá nas férias. Eles gostavam de correr atrás da gente, quando invadíamos o terreno deles. Era muito barulhento quando chegavam pessoas desconhecida no sitio. São muito inteligentes. Dá pra entender porque o ganso do seu condomínio se apegou tanto a moradora que cuidou de suas asas machucada. Os animais são tudo de bom. Quando tratado com carinho eles se apega demais. Quem alimenta e cuida de um animal, alimenta e cuida da própria alma. Só quem tem um animal de estimação sabe o significado da palavra fidelidade, amor e lealdade.

    Linda essa música do vídeo. Não a conhecia. Historia de un Amor. E simplesmente maravilhosa.
    A principessa Mariana é bela. É muito bom a criança ter contato com animais desde cedo. Andar a cavalo ajuda muito o desenvolvimento da criança e trabalha bem na autoestima também.

    Eu adoro polenta. Eu ia todo ano à tradicional Festa da Polenta, evento que comemora as raízes italianas no município de Venda Nova do Imigrante. A programação da 39ª edição ocorre de 06 a 15 de outubro no Centro de Eventos do município. Durante dois finais de semana, a região recebe diversas apresentações, shows, músicas, danças, almoços e o tradicional tombo da polenta, momento em que um panelão gigante entorna mais de uma tonelada de polenta. Na festa ainda é montada uma vila cenográfica que reproduz várias regiões da Itália, com seus sobrados e jardins. Dentro do local fica a praça de alimentação.
    Outra característica da festa é a produção do queijo gigante, trabalho dos produtores da Associação dos Agropecuaristas de Venda Nova (Aagrope) e que pesa cerca de uma tonelada. Para fazer o público se sentir cada vez mais na cultura italiana, a Festa da Polenta recria uma típica casa da Nona, com cozinha, sala e quarto mostrando para o público os costumes do início da colonização. Grupos musicais folclóricos, como o Ballo Granello Giallo, também são presença garantida, bem como o concurso para eleger a Rainha da Festa.
    Pra quem gosta de polenta vale a pena conhecer essa tradicional festa. É tudo de bom!

    Esse galette de maçãs eu não conhecia. Deve ser uma sobremesa deliciosa.
    Vou levar comigo a receita. Mais antes tomarei esse delicioso licor espesso.
    Uauuu que delicia. Muito bom Glorinha.
    Deixo flores, sorrisos, abraços de ursos e beijos no coração, com desejo de uma maravilhosa semana.
    Devo atualizar por esses dias meu blog. Venho lhe buscar risos.
    Até mais minha amiga!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Glorinha que almoço saboroso, meu prato favorito, e o bolo de cenoura ficou uma delicia.
      O link que deixou lá pra mim não quis abrir. Olha essa imagem da pousada Pousada Bela Aurora em Venda Nova do Imigrante Muito linda.
      Tem muito hotéis bons também. Época da festa fica todos lotados. Tem também área pra camping.
      O socol é uma delicia, você deve conhecer sim , com outro nome... Passa por um grande processo até ficar no ponto.
      Esse link do G1 mostra a preparação. Socol de Venda Nova do Imigrante
      Adorei o almoço estou aqui salivando rsrsr.
      Beijos e até já. Eu volto.

      Excluir
    2. Volte sempre, querida amiga! Deixei um conversê lá no teu blog!

      Excluir
    3. Boa noite Glorinha!
      Como foi de final de semana? Hoje anda meio friozinho por aqui.
      Te enviei via e-mail o seu pedido. Qualquer coisa que não entender me avise minha amiga.
      Beijos, flores, sorrisos e boa semana.
      Até já!

      Excluir
  26. Será que meu comentário entrou Glorinha. Acho que ficou grande enorme e não entrou tudo. Kkkkk!
    Volto depois pra conferir. Beijos!

    ResponderExcluir
  27. Glorinha, sempre que venho aqui tento entrar na sua bandeja de seguidor, e nunca consigo. Hoje ela me aceitou. Viva!
    Beijokas!

    ResponderExcluir
  28. Obrigada pelas palavras deixadas no meu "Ortografia". Passarei aqui outras vezes.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  29. Olá , amei a história do ganso, que coisa ele ter escolhido onde seria seu habitat, coisas que vai além de nossa compreensão.
    Lugar maravilhoso onde moras, é privilégio.
    Sua filha Mariana é uma graça, e já aprendendo a amar os animais, isso é qualidade de vida.

    Tu cozinhas muito bem... nossa dá vontade de ir para a cozinha quando vejo essas receitas.
    meu jantar de ontem foi polenta da nona... gosto muito.

    Aqui frio demais, bem qualquer friozinho já me põe doente...kkkk

    boa semana bjs

    ResponderExcluir
  30. OI MARIA GLÓRIA!
    ADOREI A HISTÓRIA DO GANSO. A PRINCIPESSA É UMA FOFURA E TEUS PRATOS DÃO ÁGUA NA BOCA ENTÃO, TUDO MARAVILHOSO POR AQUI.
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  31. Olá Maria Glória,
    Adorei passar por aqui e te conhecer. Fiquei encantada com o conto do ganso, como formiga que sou amei a receita de galette de maçãs, parece maravilhosa, e a sua Mariana, muito linda, e é sempre bom esse convívio com os animais para o desenvolvimento das crianças.
    Vou fazer um tour com mais calma por aqui.
    Grande beijo e um ótimo final de semana.

    ResponderExcluir
  32. Dearest Maria Glória,
    What a post full of LOVE!
    The story of the injured goose, that got being cared for and loved so it got its wing power back.
    But than it selected to stay with its human... How touching that is!
    Your little Mariana grows up with the perfect foundation of knowing how to respect and love nature with all its animals.
    And your LOVE of cooking for your family is evident here in the delicious dinner you prepared on a cold day but one that warms the hearts of others.
    Hugs,
    Mariette

    ResponderExcluir
  33. Dear Maria Gloria - What a nice and touching story about an injured goose and a kind, loving girl. There are many things beyond our comprehension in this world, but I think I can understand the heart of the goose. Your loved-one, Mariana, is so adorable. Nice to know she’s brought up having opportunity to be tuned with nature. Your dishes are sprinkled with hint of love and espresso laced with love. My favorite on this post is cram dish, though the dessert is so tempting. Wish you and your family healthy, happy, and delicious days ahead.

    Yoko

    ResponderExcluir
  34. Querida Glorinha
    Daqui por cerca de uma hora vou para casa da filhota passar o fim de semana.
    Mas antes quis vir deixar-te um abracinho carinhoso.

    Fiquei muito feliz por teres gostado da história do Francisco. É capítulo do meu livro...
    Por falar em livro... recebi ontem, por email, comentário de uma conterrânea tua, que tinha acabado de ler o meu livro.
    Os elogios são tais que fizeram meu ego ir até às nuvens... rsrsrsrsrsrsssssss
    (Como o ser humano é vaidoso, minha Nossa Senhora!!!)

    Bom Fim-de-semana
    Beijinhos
    MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

    ResponderExcluir
  35. Glorinha, querida
    Vim desligar o computador para iniciar o fim de semana... e de repente lembrei-me duma coisa.
    Alguma vez viste a minha entrevista à RTP? o vídeo está na barra lateral do meu blog...
    Se não assististe, vê. És capaz de gostar...

    Mais beijinhos para ti...

    MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

    ResponderExcluir
  36. Gostei da história do ganso. A sua Mariana é mesmo uma princesa linda.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  37. percorri o belo post Maria Glória encantada com a música romântica e com a história dos animais, que bom ver pessoas sensíveis que compreendem que deve existir amor entre os humanos mas também entre os humanos e os animais :)))
    e esses pratinhos de comida deliciosa, ficamos com água na boca,
    a sobremesa deve ser deliciosa, adora bolos com maçã !!!
    também quando comemos, adicionamos uma bolinha de gelado de baunilha! ai a dieta, lá se vai!
    abracinhos amiga,
    Angela

    ResponderExcluir
  38. Bellissime ed allegre le fotografie e
    che piatti appetitosi!
    Un abbraccio e buona Domenica!

    ResponderExcluir
  39. Olá Maria Gloria
    Encantada com a história do ganso. O amor tem essa propriedade de acolher quando há cumplicidade e sentimento genuíno e a ave sabedora de quem o ama de verdade escolheu seu novo habitat
    Tua princesa é linda e como é bom crescer num ambiente saudável e aprender a amar as criaturinhas de Deus. Seus pratos já me deixaram com água na boca
    Quero agradecer o teu carinho lá no meu blog e aceite o meu convite para voltar e tomar um cafezinho
    Desejo uma semana iluminada e feliz
    Beijos

    ResponderExcluir
  40. Maria da Glória, OLÁ...
    Vim por aqui retribuir o carinho por lá...
    Lindo post! A história do ganso é cativante e a sua menininha é linda... Belas fotos! Pratos saborosos, hummm...
    Bom domingo e um abraço...

    ResponderExcluir
  41. Quem será capaz de comensurar o amor? São de questionamentos assim que é seguimos com a nossa www.hellowebradio.com ... vontade de fazer por merecer sua sintonia.
    Cadinho RoCo

    ResponderExcluir
  42. Aconteceu-me um dia com uma raposa, resultado nunca mais abandonou a minha casa. Os animais selvagens tendem em não aceitar a liberdade depois de passarem algum tempo com o homem. A natureza deve ser mais cruel o que não acredito.
    Gosto de atum fresco ou de conserva e se for dos Açores melhor ainda.
    Fico aqui até que queiras.
    Aceita um abraço e bjs.

    ResponderExcluir
  43. Olá Maria da Glória, uma história que emociona, sobra gratidão pela parte do pato, falta em ttos humanos! Que linda sua Mariana! Adoro ler suas lindas histórias amiga!

    Desejo boa semana.
    Bjs!

    ResponderExcluir