sábado, 13 de outubro de 2018

Viagem - Buenos Aires - Palácio Barolo e Dante Alighieri




Fachada do Palácio Barolo 

Eis um passeio cultural com visita guiada, quase nada conhecido pelas multidões de turistas, que evitamos sempre que possível, pois detestamos tumulto. 
No nosso diário de viagem, o dia planejado era uma segunda-feira, pela manhã. Éramos em quatro pessoas: eu e o marido do Brasil, mãe anciã e filho da Espanha. Tudo perfeito, sem fila e um grupo de apenas 4 pessoas.

Palácio Barolo é um edifício comercial da década de 20 - século passado, com forte apelo cultural. Para ser bem clara, trata-se de uma experiência no âmbito da Arquitetura Sagrada. 
É um edifício temático, um emblemático exemplar da arquitetura neoRomântica e neoGótica. 
Foi o primeiro edifício argentino construído em concreto armado, com as obras iniciadas em 1919 e terminadas em 1923.  
O endereço é Avenida de Mayo, 1370, no Barrio de Montserrat. Também possui outra entrada, pelo seu imponente átrio, na Avenida Hipólito Yrigoyen

Imagem créditos - El Rascacielos Latino
Na imagem podemos ver o hall, em recorte, com as duas entradas.

Gosta de arte e arquitetura com história? Vista panorâmica nas alturas? Se as respostas foram sim, recomendo vivamente a experiência! É necessário ter um espírito um pouco aventureiro! Calma, calminha, eu explico a seguir, em detalhes. Antes, ressalto! A visita é segura! 

Plaza del Congreso
Panorâmica clicada em uma das varandas da torre, no Palácio Barolo. Observe na foto, na parte esquerda inferior, a forma circular de uma das varandas. 

Clique por outro ângulo.

Panorâmica 

Para compreender a dimensão artística do Palácio Barolo, as visitas precisam ser guiadas - Palacio Barolo Tours e incluem a vista panorâmica da Torre e subida até o Farol. 
O guia e assistentes apresentam-se paramentados de acordo com a época da inauguração, 1923. São organizados e pontuais.

Imagem créditos - El Rascacielos Latino
Estão disponíveis visitas diurnas e noturnas com show tango.

Torre e Farol do Palácio Barolo 

O Palácio Barolo abrange temas como: Arquitetura Sagrada, Dante Alighieri e La Divina Commedia. Tenho muito o que contar! 

Vamos "navegar" sobre temas místicos, artísticos, Cavaleiros Templários e acontecimentos que vão desde os restos mortais de Dante Alighieri até os seus descendentes atuais, não esquecendo da sua Musa, Beatrice Portinari, que além de tão amada, foi importante personagem da Divina Comédia.  


Aviso! A postagem é longa! É o registro não só de fotos (minhas e de terceiros, com os devidos créditos), bem como, da pesquisa que realizei antes e após a visita guiada. Sei que postagens longas são cansativas e nada interessantes, mas para quem gosta dos temas envolvidos, poderá apreciar a leitura. 
 A sua visita é um enorme carinho. Poderá descer e apenas apreciar as fotos, por exemplo. Fique à vontade!

Ressalto a importância do documentário premiado, dirigido e produzido por Sebastián Schindel, entitulado El Rascacielos Latino ou The Latin Skyscraper, lançado em 2012, que muitíssimo ajudou nas minhas pesquisas sobre o Palácio Barolo. Grande parte do material aqui postado, textos e fotos, foram extraídos do instigante cine documental de Sebastián Schindel. 

IDEALIZADOR DO PALÁCIO BAROLO 
Imagem by Google 
Luis Barolo (1869/Itália - 1922/Argentina), imigrante italiano que chegou na Argentina em 1890 e fez fortuna. Foi um poderoso produtor agropecuário (fazenda de gado e exportador de tecidos). 
Morreu aos 53 anos, faltando pouco para a inauguração (1923) do Palácio idealizado. Talvez assassinado, envenenado? 
No documentário argentino El Rascacielos Latino, um dos entrevistados falou em suicídio, de maneira assertiva. 


Imagem créditos - El Rascacielos Latino

Don Luis Barolo foi o mentor de uma grandiosa obra arquitetônica que contrariava muitas personalidades importantes da época, incluindo a população. Ele foi corajoso e determinado, qualidades de um grande empreendedor. Quando da inauguração, devido a inusitada altura do edifício (100 metros), alguém disse: “Está torcido; se va a caer, se va a caer” e evitavam passar nas proximidades. 

Imagem créditos - El Rascacielos Latino
Foto do Palácio Barolo na época da inauguração. 

Duração do vídeo 1:11 
Aprecie a grandiosidade do Palácio Barolo 

A história do Palácio Barolo me faz lembrar a do nosso paulistano Edifício Martinelli - em uma outra oportunidade, poderá apreciar a leitura, o idealizador também era um imigrante italiano. 
Visitei algumas vezes e publiquei sobre o tema, em junho de 2015.

DETALHES DA FACHADA DO PALÁCIO BAROLO
Algumas fotos da fachada foram por mim clicadas durante a visita guiada, em um terraço. 


Nas alturas, um belo terraço.

 Imagem créditos - El Rascacielos Latino 

 Imagem créditos - El Rascacielos Latino 
Na janela central, seria um fantasma? Oi?

TEMÁTICA DO PALÁCIO BAROLO 
Dante Alighieri, por Sandro Botticelli
Luis Barolo, o idealizador do Palácio Barolo, era admirador de Dante Alighieri (1265/Florença - 1321/Ravenna), escritor, poeta, político, criador de La Divina Commedia, como todos bem sabem. 

Inspirado pelo poeta italiano, Barolo idealizou o seu Palácio obedecendo a mesma divisão de Dante na Divina Comédia. Dividiu os andares (total de 22 + 2 subsolos) em três partes: Inferno, Purgatório e Céu. E dentro desta organização temática, Luis Barolo planejou reservar 3 andares para uso próprio e arrendar os outros andares. 

O propósito principal e oculto de Luis Barolo, seria seria proteger os restos mortais de Dante Alighieri no Palácio Barolo, devido a eminente destruição do continente Europeu, pela guerra; pensamento conclusivo dos imigrantes europeus que viviam na Argentina, naquela época. Sim, Luis Barolo tinha planos de trasladar os restos mortais de Dante Alighieri para a Argentina. Obviamente, Luis Barolo queria imortalizar o seu Palácio, tornando-o a tumba de Dante Alighieri, protegendo os restos mortais. Mas não foi bem assim que tudo aconteceu.
   
Hummm... mmmm... pensando com meus botões sobre trasladar os restos mortais da maior glória literária da Itália, talvez do mundo, para a Argentina, para serem guardados em um edifício comercial desconhecido, em Buenos Aires... pensando...

RESTOS MORTAIS DE DANTE ALIGHIERI 
Dante no Exílio, em Ravenna, por Domenico Peterlini
Dante nasceu em Florença, mas por motivos políticos (defendia a autonomia do governo de Florença das exigências do papa Bonifácio VIII) foi expulso da cidade. Saindo de Florença, Dante passou por algumas cidades, incluindo Paris. Magoado, nunca retornou a Florença. É uma longa história. Ficou exilado e morreu em Ravenna.

A causa da morte de Dante Alighieri foi malária - assim dizem. Mas há indícios de ter sido assassinado, pois na época, muitas pessoas nutriam profunda antipatia pelo poeta. 

Ravenna foi o local de exílio e morte de Dante e onde se encontra a tumba que protege os seus restos mortais. 
A tumba na foto abaixo, foi construída anos depois da Era Medieval.  

Créditos imagem - expedia

Durante a Segunda Guerra, os restos mortais de Dante ficaram protegidos temporariamente, em local próximo a esta tumba, por conta dos bombardeios. E também, devido ao fato de A Divina Comédia criticar a Igreja, uma vez que pontífices são condenados às trevas por conduta imoral, o alto escalão da Igreja, indignado, ordenou que os restos mortais de Dante Alighieri fossem queimados por heresia. Diante disso, Monges Franciscanos de Ravenna esconderam os restos mortais de Dante. 

O governo de Florença edificou uma imponente sepultura na Basílica de Santa Croce, para resgatar os restos mortais de Dante Alighieri. Negociou com Ravenna algumas vezes, para trasladar os restos mortais de Dante para a sua terra natal, sem qualquer sucesso. E o túmulo de Dante Alighieri em Florença é local de grande visitação, porém, está vazio!

Cenotáfio de Dante, por Pietro Lombardo, em Florença - Imagem créditos: depositphotos 
A imponente sepultura de Dante, na Basílica de Santa Croce, é um cenotáfio: monumento fúnebre em homenagem á memória de alguém cujo corpo não jaz ali sepultado.

Diante das aventuras transcorridas com os restos mortais de Dante Alighieri, com tanta história e pessoas importantes envolvidas, cinzas que foram escondidas, perdidas, depois reencontradas (apenas uma parte das cinzas) no meio de manuscritos raros na Biblioteca de Florença. Contam que já houve uma reconstrução dos ossos de Dante e estava incompleta... eu pergunto: quais seriam as bases legais para Luis Barolo obter a aprovação do governo italiano e assim, trasladar os restos mortais de Dante Alighieri para a Argentina?

ARQUITETO ARTISTA CONSTRUTOR
Mario Palanti
Para edificar a sua obra, Luis Barolo contratou Mario Palanti (Milão -1885/1978, filho de um carpinteiro e uma costureira), arquiteto artista, que conheceu no Centenario de la Revolucion de Mayo, em 1910. Outras fontes dizem que Barolo e Palanti tiveram o seu primeiro encontro na Loja Maçônica de Buenos Aires, com ligações na Fede Santa, ordem secreta que Dante Alighieri pertenceu.

Mario Palanti - Imagem créditos CLARÍN  
Palanti era formado na Universidade de Arquitetura Politecnico di Milanotambém estudioso da Divina Comédia. Era um arquiteto artista, estudou pintura na Academia Brera - Milano, portanto, possuidor de todas as virtudes para edificar o Palácio Barolo, o edifício mais alto da América do Sul, na sua época. 

Mario Palanti também foi o construtor do Palacio Salvo, em Montevidéu, no Uruguai, além de importantes obras na cidade de Buenos Aires, como por exemplo, o Edificio de los Atlantes, na Avenida Rivadavia, 1916.

Imagem by Wikipédia
O Palacio Salvoem Montevidéu, é considerado gêmeo do Palácio Barolo. 

Imagem créditos - El Rascacielos Latino 
Palácio Salvo - Montevidéu  


Imagem créditos - El Rascacielos Latino 
Palácio Salvo - Montevidéu  

Imagem créditos - El Rascacielos Latino 
Palácio Salvo - Montevidéu  

 
Imagem by Facebook por Buenos Aires desconocida  
Edificio de los Atlantes, Buenos Aires

Imagem créditos clique Aqui
Edificio de los Atlantes, Buenos Aires

Imagens créditos - El Rascacielos Latino 
Nas duas fotos acima: obras de Mario Palanti na Avenida Rivadavia, 2625, Buenos Aires.


Imagens créditos - El Rascacielos Latino 
Portões de madeira de uma residência particular em Buenos Aires, no bairro Palermo Chico. Obra de Mario Palanti, com o tema da Divina Comedia, apresentando artisticamente os rostos de Dante e Beatrice.
Atualmente, a casa abriga uma exposição de arte, aberta a visitação. 

Imagens créditos - El Rascacielos Latino 

 Imagens créditos - El Rascacielos Latino 


 Imagens créditos - El Rascacielos Latino 
Em outro local da mesma casa, os rostos de Dante e Beatrice.


 Imagens créditos - El Rascacielos Latino 

 Imagens créditos - bahiacesar
Detalhes artísticos da fachada, que muito lembram o Palácio Barolo. 

Palanti realizou muitas outras obras em Buenos Aires, depois em Montevidéu, no Uruguai e retornou para a Itália. 

Imagem by Google 
Na Itália, ofereceu seus serviços ao primeiro-ministro italiano, Benito Mussolini. Palanti além de talentoso, era ambicioso, tinha grandes sonhos de construir notáveis e exóticas edificações.  
O projeto era o da foto acima, para ser edificado em Roma. Um arranha-céu, o mais alto do mundo para a época, com 88 andares. 
Il Duce - como Mussolini se fez conhecer, não levou a obra adiante. Ele decidiu se concentrar no EUR- Esposizione Universale Romaum bairro residencial e comercial em Roma. Mussolini planejava celebrar vinte anos de fascismo, porém, a exposição planejada nunca aconteceu devido à Segunda Guerra Mundial. 

Mausoleo Palanti - Imagem by Wikipedia
Mario Palanti morreu aos 92 anos e foi enterrado no Cimitero Monumentale di Milano.  

DETALHES ARTÍSTICOS E MÍSTICOS DO PALÁCIO BAROLO
Lembrando que a divisão dos andares do Palácio Barolo foi projetada segundo a cosmologia da Divina Comédia: Inferno, Purgatório e Céu

A altura do Palácio é de 100 metros, o mesmo número de cantos da Divina Comédia, aprovados graças a concessão especial do prefeito Luis Cantilo, em 1921 (tanta altura ultrapassava em quatro vezes o máximo permitido). Vinte e dois pisos, o mesmo número de estrofes dos versos da obra de Dante.

Imagem créditos - El Rascacielos Latino
A data de inauguração do Palácio Barolo foi planejada coincidir com o sexto centenário da morte de Dante Alighieri- 1321/1921.
 Porém, com obras iniciadas em 1919, o término ocorreu em 1923, sendo que em 7 de julho, se deu a celebração das bençãos por Dom Giovanni Beda Cardinali.

Inferno
 Imagem créditos - El Rascacielos Latino
Nos andares inferiores está o inferno.
hall de entrada é escuro, em estilo gótico, frio, sombrio, próprio para representar a atmosfera infernal.


Imagem créditos - El Rascacielos Latino
O piso está decorado com círculos de bronze e vidro e representam o fogo do inferno. 

Imagem créditos - El Rascacielos Latino
No subsolo, ao olhar para o teto, pode-se ver a luz passando pelos círculos de bronze, pois como disse, são de vidro. Podemos ver Sebastián Schindel, produtor e roteirista do documentário argentino El Rascacielos Latino, olhando para um dos círculos de bronze, por um dos subsolos. 

Imagem créditos - El Rascacielos Latino
Entre as abóbadas transversais das colunas, há quatro lâmpadas sustentadas por quatro condores e dois dragões, um macho e uma fêmea, representando os princípios alquímicos, mercúrio e enxofre e seus atributos.


Imagem créditos - El Rascacielos Latino
O inferno de Mario Palanti, o arquiteto, é lindo, acreditem! Achei muito mais belo que o purgatório.  

Neste local, no hallpodemos adquirir os bilhetes e aguardar o guia para o início da visita.
Maridex comprando os bilhetes ou ingressos. 

As nove abóbodas de acesso ao edifício representam os 9 passos de iniciação e as 9 hierarquias infernais.

Imagem créditos - El Rascacielos Latino  
No hall, a escultura de um condor elevando o corpo de Dante ao Paraíso. 

Cóndor con el cuerpo del Dante elevándolo al paraíso
Exatamente nesta escultura, Luis Barolo pretendia guardar, proteger, os restos mortais de Dante Alighieri. Desta maneira, o Palácio Barolo seria a tumba de Dante Alighieri. 
Mas esta escultura não é a original, nem uma réplica. É apenas similar! 
Temos aqui uma outra história, misteriosa, dentro da história do Palácio Barolo.


Imagem créditos - El Rascacielos Latino  
Imagem da escultura original, belíssima por sinal! A cabeça e bico do condor, assim como o corpo de Dante, são mais artísticos que os da escultura similar. Compare a imagem acima, com a imagem anterior. Mãos e braços de dante mais delicados. 

 Imagem créditos - El Rascacielos Latino  
A base da escultura original. 


Imagem créditos - El Rascacielos Latino  
Base da escultura original, com a assinatura de Mario Palanti, o arquiteto do Palácio Barolo, a origem sendo em Trieste, cidade da Itália e o ano, 1919.  
As letras que antecedem ao nome de Mario Palanti, especificamente as três primeiras, segundo a entrevista de Sebastián Schindel, no documentário El Rascacielos Latino, com o maçom Dr Antonio Las Heras - Gran Guarda Templo Interno de la Masonería Argentina, podem significar Soberana Ordem Templária.   

Imagem créditos - El Rascacielos Latino  
 A foto acima, mostra parte da escultura original. Parte esta, que está sob posse de um colecionador em Mar del Plata
A escultura original foi mutilada, permaneceram apenas os pés de Dante. Observe na foto acima, na parte circulada. O condor e o corpo de Dante Alighieri estão desaparecidos. O desaparecimento não ocorreu pelo valor artístico, por que houve a mutilação da escultura. 

Por que a escultura original, aonde seriam guardados os restos mortais de Dante, nunca permaneceu no Palácio Barolo? Sabe-se apenas que a escultura desapareceu!
 Por que a escultura foi mutilada e a sua base reapareceu anos depois?

Na tumba de Dante Alighieri em Ravenna, os restos mortais seriam os originais?

Purgatório
Os sete níveis do purgatório estão representados nos andares intermediários, até o 14º andar. No purgatório a atmosfera sombria vai diminuindo. 

O guia iniciando as explicações sobre o purgatório e símbolos maçônicos. 
Ao olhar para baixo, as almas arrependidas que habitam os círculos ascendentes (as cornijas) do purgatório, podem ver o sofrimento daqueles que estão no inferno, conforme a foto que segue:

  Os círculos de bronze e vidro que podemos ver no piso, representam o fogo do inferno, como já expliquei.


Imagem créditos - El Rascacielos Latino   
Dante e Virgílio (70/19 a.C, poeta romano, autor de a Eneida), são personagens da Divina Comédia. Dante tinha profunda admiração pelo poeta romano.
Na Divina comédia, o espírito de Virgílio, a pedido de Beatriz Portinari (amada de Dante desde a infância, também personagem da Divina Comédia), aparece para Dante, para guiá-lo pelos nove círculos do inferno e pelo purgatório, mostrando-lhe onde são expurgados os diferentes pecados. Protegido e guiado pelo espírito de Virgílio, chegam ao centro da Terra, passam por onde vive Lúcifer e conseguem escapar do inferno, por um caminho alternativo e subterrâneo e assim, seguem a jornada da Divina Comédia. Chegando ao céu, Dante é resgatado pela bela e amada Beatriz, figura feminina idealizada por Dante, com profundo significado de salvação.  

Clique feito enquanto eu atravessava o Purgatório, pela escada, mas apenas um andar. A passagem pelo Purgatório é feita por elevador, tranquilamente. 

Imagem créditos - El Rascacielos Latino 
A cúpula foi inspirada no Templo Rajarani - foto acima, localizado em Bhubaneswar, na Índia, representando o amor tântrico entre Dante e sua amada Beatriz, protagonistas da Divina Comédia. 

 Observem a semelhança nas fotos que seguem: primeira imagem, o templo indiano. Segunda imagem, vê-se a cúpula e o farol do Palácio Barolo. 









Céu 
 A subida para o céu só pode ser realizada pelas escadas, sendo que o caminho vai ficando difícil e estreito. Sim, o vão da escada vai estreitando, tornando a subida 'penosa', no sentido figurativo, pois não é complicada e nem insegura. Um pouco de espírito aventureiro, como eu disse no começo, vai muito bem. Algumas pessoas, talvez, não consigam passar pelo estreitamento, a escada é bem alta e o teto muito baixo, o ar torna-se um pouco escasso. Eu que sou gordinha, consegui chegar ao Céu ahahaha, mas confesso que fiquei incomodada com o calor e falta de ar. Este estreitamento no trajeto, é uma analogia ao esforço que se faz para conquistar um lugar no Paraíso. Que bonitinho! 

Em uma parte é preciso abaixar a cabeça e cuidar dos ombros. Vejam o meu esforço para alcançar o Paraíso ahaha, o trajeto é bem curto. Nesta parte, a escada é em caracol. 

O vídeo selecionado abaixo, mostra de maneira resumida, partes da visita guiada, incluindo imagens do estreitamento da escada que leva ao farol.
Duração do vídeo 5:59 - Estreitamento da escada em 3:20 
Interessante, o vídeo termina com ênfase ao Fileteado Porteño, que é uma arte belíssima nascida em Buenos Aires, no século 20, com fortes influências na Art Nouveau e nas Iluminuras Medievais. O Fileteado Porteño foi criado pelos imigrantes italianos Cecilio Pascarella, Vicente Brunetti e Salvador Venturo, para colorir as laterais das carroças que usavam para entregar mercadorias. Hoje é parte importante da cultura portenha, como fachadas das casas, portas, praças, bares, restaurantes, campanhas publicitárias, etc...


Voltando ao Farol do Palácio Barolo, ele simboliza os Nove Coros Angelicais da Divina Comédia. 
Dentro do farol, dizem caber 10/12 pessoas, já li que pode caber até 15. Será? Quanto a altura, meu valente marido ficou em pé dentro do farol, ele tem a altura de 1,85cm. 

Selfie do maridex em pé, dentro do farol do palácio Barolo 

 Eu, no Farol, digo Paraíso, cansada, feliz, com o crachá enrolado no pescoço, por conta do vento (muito vento), mas não do farol, que é fechado, mas sim das varandinhas, que ficam logo abaixo do farol e são abertas. Na imagem abaixo, tudo explicado: 

 Créditos by tripadvisor
São várias varandinhas, como se pode observar na foto. A seta no topo da imagem aponta para o farol. 

Imagem do croqui do Palácio Barolo - Créditos by El Rascacielos Latino 
Do pavimento das varandas até o farol, as escada é em caracol, estreita e com a subida mais difícil. Observe na imagem acima. 

A foto foi tirada pelo maridex, eu não fiquei em pé no farol.
Os banquinhos disponíveis para sentarmos são praticamente encostados no vidro, fininhos e vermelhos, quero dizer que, só meia bundinha fica razoavelmente sentadinha. Não é confortável, mas o que vale é a vista panorâmica em um local inusitado! Dentro de um farol, creiam, é incrível! 

Minhas não seguram as engrenagens do Farol e ao fundo, vê-se o guia com as penas nos últimos degraus da escada que dá acesso ao farol. 

Arte Mística 
Elevador 
Imagem créditos - El Rascacielos Latino
Muitos símbolos maçônicos também são apreciados na obra idealizada por Barolo e Palanti. A história conta que ambos eram maçons e que Mario Palanti era membro da sociedade secreta Ordem dos Templários. 

Dante testemunhou a sangrenta extinção dos Templários na sua época e a sua indignação fez com que criasse La Divina Commedia, deixando assim, registrado as verdadeiras e imaculadas intenções espirituais da Ordem. Dante também era membro dos Fidelli d´Amore (Fiéis do Amor), confraria de trovadores e jograis, adeptos da Filosofia do Amor Espiritual, que espalhavam verdades iniciáticas através de cantos e poesias.   


Os membros da sociedade secreta Fede Santa (Fé Santa), se autodenominavam Fidelli d´Amore e eram uma filiação da Ordem dos Templários. Concluindo, Dante também era um Templário.  


Imagem créditos - El Rascacielos Latino
A Divina Comedia foi traduzida para o espanhol, na Argentina, por Bartolomé Mitre, político, escritor, militar argentino e maçom. Foi presidente da Argentina de 1862 a 1868.

Imagem créditos - El Rascacielos Latino
Palanti projetou não só o edifício, mas também o design dos 9 elevadores (2 ocultos, exclusivos para uso de Luis Barolo).


Créditos da imagem by tripadvisor
Internamente, os elevadores foram projetados por Palanti para parecerem confessionários, próprios para tripulantes do purgatório.

Créditos da imagem by Wikimedia
Teto de um dos elevadores do Palácio Barolo

Imagem créditos - El Rascacielos Latino  
Inscrições em latim, extraídas da Divina Comédia por Palanti, podem ser apreciadas nas abóbadas do hall (Inferno) do Palácio Barolo. Fazem referência ao Templo de Salomão edificado em Jerusalém. Acesse aqui para detalhes


 Imagem créditos - El Rascacielos Latino  
O local, digo o terreno, aonde o Palácio Barolo foi edificado não foi escolhido aleatoriamente. Foram demolidos dois edifícios no tal terreno e há um rio que corre abaixo do Palácio, além do alinhamento com a Constelação do Cruzeiro do Sul - logo mais explico melhor. 

Nos andares de subsolo, há uma sala de bombas, conforme a foto acima mostra. Uma pequena tampa pode ser aberta e lá está, aproximadamente oito metros abaixo, um rio subterrâneo. No documentário El Rascacielos Latinopode-se escutar os sons das águas fluindo. 

Conheço alguns edifícios que foram construídos em cima de rios e são exemplos brilhantes de engenharia. Mas no caso do Palácio Barolo, os motivos podem ser esotéricos. 

Para mim, da forma mais simples e direta: a água tem a função de lavar, no sentido de purificar estes andares de subsolo, que estão localizados mais abaixo do inferno. E também o inferno, localizado no hall - andar térreo do Palácio Barolo. Mas esta é uma análise minha e antes de tudo, eXotérica (que não é oculta) e sabemos que em se tratando de Maçonaria ou Templarismo, muito há de eSotérico (que é oculto, sagrado, reservado aos iniciados), pois são sociedades secretas, fechadas. 

Foi importado material para uso em portas, janelas, colunas, vitais. Também, mármore de Carrara, para os 1.410 degraus que compõem os 236 metros de escadas. Detalhes como as maçanetas das portas, também foram projetadas pelo arquiteto.

Quando eu cheguei na torre, logo abri a porta de uma das varandinhas...
...varandas tão pequenas, mas a vista panorâmica da Plaza del Congreso é grandiosa. 

Que visão extraordinária! Algo que jamais esquecerei! 
Tanto era o vento, que meus cabelos voavam!
O Congreso de la Nación Argentina, construção em destaque ao fundo, abriga o Senado e a Câmara dos Deputados e é considerado o segundo maior edifício parlamentário do mundo. 

O prédio do Congreso de la Nación Argentina é de fato uma obra faraônica!

Como eu havia dito, após abrir a porta de uma das varandas, a maçaneta ficou na minha mão. Sentindo a preciosidade e os anos de história que eu segurava, contemplei e logo entreguei para o guia, que tirou um lenço branco do seu bolso, embrulhou a maçaneta e guardou para entregar ao setor responsável pela manutenção do Palácio Barolo. 

Clique feito em outra varandinha

E ainda, Palanti enquadrou o acesso luminoso do farol à foz do Río de la Plata, de tal forma que, os visitantes que chegassem de barco, pelo Atlântico, recebessem as boas-vindas.

Imagem créditos - El Rascacielos Latino
Nos primeiros dias do mês de junho, às 19:45, pelo farol, se pode ver o alinhamento da constelação do Cruzeiro do Sul com o eixo do Palácio. Eu acredito que o cálculo (geometria sagrada) do alinhamento da constelação com o eixo do Palácio, esteja diretamente relacionado com a escultura do condor elevando o corpo de Dante ao Paraíso, no hall de entrada (andar térreo), local aonde seriam guardados os restos mortais de Dante. 

A Constelação do Cruzeiro do Sul só pode ser vista no hemisfério sul e na Divina Comédia, Dante tem seu espírito elevado ao Paraíso, em direção ao Cruzeiro do Sul. As quatro estrelas representam as virtudes cardeais: prudência, temperança, justiça e fortaleza.
  
Como Dante, que vivia na Itália, hemisfério norte, sabia da existência do Cruzeiro do Sul? Para quem fez parte de sociedades secretas, a informação era um privilégio. Provavelmente Dante teve acesso aos textos antigos. E também, o Cruzeiro do Sul já foi visível no céu do Egito e sul da Europa, 2500 anos antes de Cristo. 
Os movimentos mais conhecidos do planeta terra são os de rotação e translação. Mas há um, menos conhecido, o de precessão, onde os dois pontos no céu para os quais o eixo de rotação da terra aponta, os polos sul e norte, não são fixos em relação as estrelas.   

Aqui temos uma possível explicação sobre o propósito de Luis Barolo, o de trasladar as cinzas de Dante para a Argentina e alinhar o eixo do Palácio Barolo (que seria a tumba de Dante Alighieri) com a Constelação do Cruzeiro do Sul. Os seus restos mortais estariam em conformidade com os desejos de Dante na Divina Comedia.  

O inferno e o Purgatório se encontram, na Divina Comédia, na parte austral do planeta -hemisfério sul, logo, o terreno para a construção do Palácio Barolo, não teve sua escolha casual. Tudo na história do Palácio Barolo tem um propósito, oculto ou não!


Imagem créditos - El Rascacielos Latino 
Plaza del Congreso com a famosa escultura O Pensador de Rodin, com o edifício do Congresso ao fundo.
Esta escultura não é uma réplica. É uma variante, foi fundida em bronze a partir do molde original, portanto, com a assinatura de Rodin. 

Imagem créditos - El Rascacielos Latino 
O Pensador de Rodin circulada, vista da torre do Palácio Barolo.


Imagem créditos - El Rascacielos Latino 
Foi, premeditadamente, instalada na Plaza del Congreso, para ser apreciada da Torre ou Cúpula do Palácio Barolo. 

Imagem créditos - El Rascacielos Latino 
Luis Barolo na Plaza del Congreso, ao lado de O Pensador.
Barolo queria uma cópia fiel de O Pensador de Rodin, pois a escultura representa o próprio Dante pensando na porta do inferno, observando os Círculos do Inferno. 

O que poucos sabem é que O Pensador, antes conhecido como O Poeta, uma das mais famosas esculturas em bronze do escultor francês Auguste Rodin, originalmente retratava Dante em frente aos Portões do Inferno. 

Porta do Inferno de Auguste Rodin no Musée d'Orsay, em Paris
O Pensador foi criado por Rodin em 1880, como parte do grupo escultórico Porta do Inferno, baseado na Divina Comédia de Dante Alighieri.
São 120 pequenas esculturas, cuja maioria ganhou vida independente. 

 Após a visita ao farol, descemos até um certo andar (não me lembro qual), para conhecer um conjunto de salas comerciais, decoradas no estilo dos anos de 1920, para fotografias com chapéus e acessórios da época. 
Estou contemplando os objetos da época e todos estavam bem arrumados. 

 Bustos de Dante Alighieri e Beatrice Portinari em um aparador, com a uma cópia da Divina Comédia ao centro.

Belas lembranças da época! Eu gosto! 

VIDA ATUAL DO PALÁCIO BAROLO 
O Palácio está em pleno funcionamento, com salas para escritórios de contabilidade e advocacia, agencias de viagens, uma escola de espanhol para estrangeiros, uma loja de roupas para tango e um teatro. 

O farol giratório, importado de Milão é original, foi inaugurado junto com o Palácio em 1923, com 300.000 velas de ignição em funcionamento e sua iluminação pode ser vista do Uruguai (parece que há controvérsias). 


O imponente Palácio foi declarado Monumento Histórico, no ano de 1997. 

Conjunto de salas para escritório no 8º andar: Estudio Contable Impositivo (Contabilidade Tributária)

Corredores e escadaria do Palácio Barolo 

DESCENDENTES DE DANTE ALIGHIERI
O Conde Pier Alvise Serego Alighieri e sua filha Massimilla, são produtores de vinho na Aldeia de Gargagnago, pertencente ao município de Sant'Ambrogio di Valpolicella, na província de Verona

Pier Alvise Serego Alighieri é o 21º descendente direto do autor da Divina Comédia. 

Além do vinho, a Villa Serego Alighieri produz, na região das colinas Valpolicella: azeite de oliva, aceto balsâmico, grappa de Amarone, arroz Vialone Nano para risotos, mel de acácia e uma extraordinária geleia de cereja, feita de colheita do próprio pomar. 

Imagem by winerist


Pietro Alighieri (1300/Florença - 1364/Treviso), um dos filhos de Dante, o primogênito, ficou encantado com a beleza da região de Verona e adquiriu em 1353, a posse do vinhedo Casal dei Ronchi. E por lá, vivem até os dias de hoje os descendentes de Dante Alighieri. 
Imagem By winerist
Villa Serego Alighieri  e La Foresteria para a recepção dos hóspedes. 

Ravenna/Emilia-Romagna - Exílio e morte de Dante, em 1321
Gargagnago/Veneto - Descendentes de Dante desde 1353, até hoje

Os descendentes de Dante Alighieri também investem na Toscana, na região de CinigianoVal d´Orcia e Montalcino, em parceria com Sandro Boscaini, presidente da Masi, um dos mais prestigiados grupos de vinho italiano.

Conde Pier Alvise Serego Alighieri, atual patriarca da família Alighieri, recebeu em 2008, como forma de compensação, a mais alta honraria da cidade, Il Fiorino D'Oro, do governo de Florença, quando o Comitê Cultural de Florença revogou o exílio de Dante Alighieri. Que bonitinho, depois de tantos anos! 

BEATRIZ PORTINARI - MUSA DE DANTE ALIGHIERI
Beatrice "Bice" di Folco Portinari (1266-1290)foi uma jovem e bela mulher, era a musa de Dante na Divina Comédia. Foi Beatriz que atuou como guia de Dante, na passagem pelo purgatório e pelos nove círculos dantescos, até a chegada ao paraíso.

Dante divinizou Beatriz na Divina Comedia, proclamando-a superior aos anjos e santos. Ela representava o Mistério da Salvação. A exceção da Virgem Maria, não se conhece outro exemplo tão grandioso da divinização da mulher. Cabe bem aqui, lembrar o que já disse antes, que Dante era membro da Confraria os Fidelli d´Amore, adeptos da filosofia do Amor Espiritual, apresentando a Mulher, como santa e imune ao pecado, destinada a despertar e salvar o homem.

Mulheres deste planeta terra, desde sempre, atenção! Só duas foram imunes ao pecado (Maria e Beatriz), divinizadas, santas. Nós (eu e você, mulher que me lê) estamos até hoje à mercê do machismo podre, proposto pelo cristianismo, digo, pelos pontífices manipuladores desde os primórdios, da Igreja Católica. Que bonitinho! Isto sim, é um dos verdadeiros infernos da humanidade! Quantas foram decapitadas ou queimadas! 

Os Fidelli d´Amore eram livres-pensadores, entendo que contestavam a igreja, assim como vemos em toda as ações e obra de Dante, mas ainda assim, vejo impregnada a ideia da mulher não-santa, como um ser inferior ao homem. 

Beatrice, por Slika Marie Spartali Stillman - 1895

La Casa di Dante - Museu em Florença
A família de Beatriz Portinari vivia em uma casa vizinha à da família de Dante Alighieri. Ele a viu pela primeira vez, quando ambos tinham entre 8 ou 9 anos. 

Nove anos mais tarde, em 1283, Dante e Beatriz reencontraram-se, porém, é possível que nunca tenham trocado uma única palavra. Naquela época, os casamentos eram combinados entre as famílias, por alianças políticas e Dante, desde os 12 anos, estava comprometido com Gemma Donati. E Beatriz casou-se em 1287 com o banqueiro Simone dei Bardi. E ao que relata a história, o amor de Dante por Beatriz, em nada foi modificado. 

Dante e Beatrice, por Henry Holiday - 1883

Do casamento de Dante, em 1285, com Gemma, nasceram provavelmente 3 filhos. Sabe-se que uma filha tornou-se freira e assumiu o nome de Beatrice.  

A suposta tumba de Beatriz Portinari pode ser visitada no centro histórico de Florença, em uma igreja pequena e modesta, Santa Margherita dei Cerchi. Muitas pessoas depositam no local bilhetes para Beatriz, pedindo conselhos amorosos, como acontece em Verona, com a famosa Julieta, amada de Romeu.

Os créditos das imagens que seguem são de tripadvisor.es
Tumba de Beatriz Portinari na Igreja Santa Margherita dei Cerchi 
Parece não haver provas de que os restos mortais de Beatriz Portinari estejam na Igreja Santa Margherita dei Cerchi. A tumba pertence a família Portinari. E naquela época, as mulheres casadas eram sepultadas na tumba pertencente à família do marido. Mas, uma lenda rende muitas histórias e compensações. 

   Tumba de Beatriz Portinari na Igreja Santa Margherita dei Cerchi
Folco Portinari era banqueiro e pai de Beatrice Portinari. Segundo a Wikipédia, ele foi o fundador em 1288, do principal hospital do centro de Florença, o Ospedale di Santa Maria Nuova. O hospital está ativo até os dias de hoje. 

Fachada da Igreja de Santa Margherita dei Cerchi, Florença 
Diz a lenda, que foi nesta igreja que Dante viu Beatrice e que casou-se com Gemma. É uma das igrejas mais antigas de Florença, com registros desde 1032.  

CURIOSIDADES
"Em 2007, artistas da Universidade de Pisa e engenheiros da Universidade de Bolonha em Forli, completaram o modelo revelador, que indicou que as características de Dante eram um pouco diferentes do que se pensava." - Fonte: Wikipedia


 Mural de Dante Alighieri em Ravenna, na via Giuseppe Pasolini, realizado pelo nosso brilhante e brasileiro Eduardo Kobra, com mais de 50 obras realizadas nas ruas do Brasil e de outros 17 países. 
Imagem créditos - Maps Google 

Imagem Créditos - buenosaires.ar
O Palácio Barolo indicado, na foto acima, pela seta e a Avenida de Mayo, avenida que foi inaugurada em 1894.

CONCLUSÃO? DÚVIDAS? 
Foi um passeio notável, uma visita ampla de aventura, belezas artísticas e de uma vista panorâmica extraordinária. 

O motivo da construção do Palácio Barolo? 
É oculto, mas em parte, entendemos que é uma homenagem a Dante Alighieri. Que o propósito era atender os desejos de Dante na Divina Comédia, mantendo assim, a localização dos seus restos mortais no purgatório e na mira do paraíso, alinhados com a Constelação do Cruzeiros do Sul, como na Divina Comédia. Será que Luis Barolo e Mario Palanti conseguiram?

Na Divina Comédia, o inferno e o purgatório estão localizados no hemisfério sul do planeta, onde também está localizada a cidade de Buenos Aires. Dante se reconhece no purgatório, confessa o pecado de luxuria. A localização do Palácio Barolo, alinhada com a Constelação do Cruzeiro do Sul, está em conformidade com os desejos de Dante Alighieri, na sua opera d'arte, a Divina Comédia. Assim se explica, em parte, a intenção de Luis Barolo e Mario Palanti em manter os restos mortais de Dante Alighieri no Palácio Barolo. Porém, muito há de oculto nesta história, como por exemplo, a ideia de uma expansão imperial, ligada ao fascismo, que Mussolini pretendia estabelecer em todo o planeta. 

 E quanto aos restos mortais de Dante?
 Cada um deverá tirar a sua própria conclusão, mesmo que for nenhuma ahaha, ou mesmo achar que criou-se toda uma história com o propósito de que as cinzas de Dante permaneçam ainda mais ocultas. Quem poderá saber... 

Por que Luiz Barolo (Palácio Barolo em Buenos Aires) se suicidou? E por que um dos irmãos Salvo - Jose Salvo (Palácio Salvo em Montevidéu) morreu tragicamente em um acidente, na realidade um assassinato? Mortes ocorridas antes de seus palácios serem terminados. 
 Os Palácios Barolo e Salvo foram edificados por Mario Palanti e são conhecidos como Palácios Gêmeos. 
Todos (Luis Barolo, Jose Salvo e Mario Palanti) eram imigrantes italianos, ligados a maçonaria, provavelmente, relacionada com a Fede Santa (Dante Alighieri), na Itália.


Imagem créditos - El Rascacielos Latino  

E digo mais, voltarei ao Palácio Barolo, talvez a noite, quem sabe, não sei... talvez para ver se encontro Dante e Beatrice, celebrando a eternidade de suas histórias. 

Posso ver as suas mãos segurando taças de estanho, brindado com um tinto malbec, uva muito bem adaptada em solo Argentino. E não poderia ser diferente, pois seus espíritos estariam vagando no hemisfério sul, como desejou Dante na Divina Comédia, exatamente em terras que produzem vinho e asado em perfeito matrimônio. 

Esperto este tal Dante Alighieri: hemisfério sul, bons tintos, carne de excelente qualidade - macia e suculenta, tudo isso combinado com sua amada e bela Beatrice. E ainda, uma cúpula aos moldes hindus, nas alturas, para celebrar o amor, na mais alta esfera tântrica e gozo real. Madonna mia!


Bife de Chorizo corte Mariposa - Serve duas pessoas com alegria 
Quando a visita no Palácio Barolo terminou, estávamos com fome. Com os pés na Avenida de Mayo, pegamos um UBER, rumo ao Bodegón El Desnível, no antigo, belo e boêmio Barrio de San Telmo. 

O que é um Bodegón
O vídeo é meu - 50 segundos 
 Lembram as nossas cantinas, são administrados por gerações de famílias que servem comidas com alma porteña, porções generosas e preços acessíveis, receitas caseiras e muito saborosas. Os clientes são de todas as idades, geralmente famílias de porteños e os mozos - garçons, são os verdadeiros patrimônios dos bodegones

A decoração e as louças não são de grande importância, as paredes são assinadas pelos frequentadores, com frases reflexivas ou engraçadas. 

O tiramisù é inesquecível e pode ter muito salame e presunto pendurados no teto. 

Nos bodegones porteños a alegria impera e não é um local silencioso. Muitos brindes, tanta charla e gargalhadas. 

O vídeo é meu - 1m20seg 
 Os parrilleros são maestros especializados em assar carnes. Apreciar o movimento da churrasqueira ou parrilla é um evento.

El Desnível tem endereço na calle Defensa 855, a mesma rua da famosa feirinha aos domingos e muito perto do Mercado de San Telmo, onde não deixo de comprar as ervas secas, selecionadas e misturadas, para o meu chimichurri. No Brasil eu preparo, hidrato e degusto, pois recebi a receita de uma gentil e generosa senhora, dona da barraca de minha preferência.   

Terminado o suculento banquete, decidimos caminhar pelas ruas de San Telmo e como era verão, janeiro de 2018, a parada para refrescar foi no Café La Poesía, típico Café Notable
O que é um Café Notable? São Cafés preservados historicamente e tombados pelo patrimônio, já foram palco de eventos históricos, culturais e literários e seus frequentadores erram personalidades marcantes da boêmia artística de Buenos Aires.


Imagem créditos - turismo.buenosaires
A foto externa do Café La Poesía não aconteceu, esqueci. Mas tirei fotos internas, como seguem abaixo: 




 O café!
Estava bom? Gostei? Não! Pedi um café curto ou ristretto e veio o que se pode ver na foto acima: muito café, embora estava perfumado e com uma espuma cremosa. 
Mas vale aqui ressaltar, em Buenos degustei cafés incríveis, que em outra postagem irei falar. 

Agradeço com um abraço afetuoso, aos que viajaram comigo até aqui! E aos que não viajaram na integra, não faz mal algum, deixo igualmente os meus abraços e carinhos!
Beijinhos a todos! 
  






29 comentários:

  1. Boa tarde, querida amiga Maria Gloria!
    E uma postagem para aprender com você sobre lugar e vi, com alegria, o monumento no Uruguai onde tenho uma foto com meninos pequenos.
    claro que não me derive no post todo. Isto o farei com calma.
    Por ora, feliz em lhe ver postando e saber que está bem, querida.
    Alegrou mais ainda meu Sábado.
    Deus a abençoe muito!
    Bjm fraterno e carinhoso de paz e bem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. *claro que não me detive, quis dizer...
      Bjm e voltando a apreciar os cafés... sei que degustou um bom alfajor... Hum!

      Excluir
  2. Olá Maria da Glória!Feliz que tenha voltado ao blog e que viagem linda fizeste. Grata por partilhares! Bom fim de semana amiga,beijinhos!

    ResponderExcluir
  3. Olá querida Maria Gloria!

    Estou muito feliz por você ter voltado para nós. Senti sua falta e suas histórias.
    Você nos mostrou um ótimo lugar e arquitetura maravilhosa.
    O Barolo Palace é fantástico, é um edifício incrível.
    Dante é um poeta medieval único.
    Eu envio beijos e saudações da distante Polônia.
    Lucja

    ResponderExcluir
  4. Maria Gloria!
    Fico feliz que você voltou e está tudo bem com você.

    Abraços e saudações:)
    Lucja

    ResponderExcluir
  5. Ufa, cheguei!Maria da Gloria , nunca imaginei essa caminhada íngreme até o céu!qui fui descendo em meio a tantas maravilhas mostradas. Fiz um toura lugares que me eram desconhecidos, até então. Sempre fui fã da divina comedia de Dante, que para mim e´uma obra literária impar escrita por um dos ,maiores escritores de todos os tempos, e sua viagem até hoje, nos impressiona com sua riqueza de detalhes. Um colosso de postagem e que nos atrai para dentro, de forma gostosa e movida pela curiosidade. Amei e viajei! Grande beijo. Feliz fim de semana.

    ResponderExcluir
  6. Dearest Maria Glória,
    Wow, you published a book-format here but I managed to go through it.
    So many question marks remain that will never ge solved...
    Indeed, poisoing or whatever fate but how tragic after creating such architectural high style.
    Sending you hugs,
    Mariette

    ResponderExcluir
  7. Maria da glória... Teus posts de viagem ou de gastronomia são especiais pois mostras muito bem detalhes, mesclas com fotos as particularidades, o teu lado de bom humor ,a vida real e história. Vale muito te ler e os fazes com dedicação e carinho que se percebe logo! Adorei mais essa viagem contigo e até senti o vento das varandinhas. Claro que depois dessa visita, um bom cardápio com direito ao bom vinho e café... beijos, tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  8. Olá, Glorinha, querida!

    Por incrível k pareça, li o post todo, todinho e não me cansei, bem pelo contrário, pke mesmo desconhecendo eu esse Palácio, que é frondoso e deslumbrante, há História em cada beco, canto e recanto dele e de teu post e claro, que encanto pra mim!

    Tudo bem relacionado, integrado e "exageradamente" -rs explicado, mas mesmo assim não conseguimos chegar a conclusões reais, verídicas, pke a História não é uma ciência exata e "quem conta um conto, lhe acrescenta um ponto", como diz o provérbio popular.

    Tu te baseaste em fontes escritas, algumas orais, a explicação dos guias e em muitas monumentais, mas mesmo assim, isso é, infelizmente, insuficiente para k compreendamos tanta correlação, mistério, esoterismo, magia, fantasia, interesses de um ou outro lado (não teus) e alguma realidade.

    No meio disso tudo surge Dante, um dos maiores poetas da Antiguidade, sua obra, a Divina Comédia (repara só no título k ele escolheu para dar à obra) e seu desentendimento com a política e dogmas da Igreja. Essa sempre foi poderosa, mas nem sempre verdadeira, daí a obra de Dante ser bem clara, explícita e sujeita a "n" interpretações.

    Pergunto: existe purgatório, inferno e céu? Ponho céu em último lugar, pke para chegarmos até lá o acesso é tão apertadinho e íngreme (cuidado com os ombros -rs), k tu te viste "grega" para veres o céu -rs, falo do céu do Palácio Barolo, logicamente.

    Desconhecia k a terra tinha outro movimento, para além do de rotação e translação, e daí Barolo querer trasladar os restos mortais de Dante, de acordo com a constelação do Cruzeiro do Sul, para o Hemisfério Sul. Bem, ele até pode ter tido suas razões, mas Dante, vida e obra se desenrolaram no Hemisfério Norte, sempre, e não digo isso por viver num país desse hemisfério, não, mas pke foi, assumidamente, verdade.

    Gostei de te ver sentada naquela sala antiga. Pareces uma executiva. Os objetos, k nos mostras são um prazer para os olhos, tal como a vista de k desfrutaste lá de cima nas varadinhas.

    Provaste os vinhos? Sei k gostas de experimentar. Não fiquei de amores pelos bodegones, pke há mto barulho, confusão e a refeição nem cai bem no estômago, acho eu. Prefiro ambientes mais calmos e preferencialmente tête-à-tête (RISOS).

    Mi gustam Cafés Notables, oui, pke têm nomenclatura francesa e já foram palco, encontro de muita cultura, glamour e intelectualidade.

    Tiveste sensações, k nunca mais vais esquecer e isso é o mais importante numa viagem a qualquer país ou cidade.

    Gostei mto da tua forma de descreveres o k ias vendo, sentindo, ouvindo e fazendo vídeo, ainda por cima, mas esse post não tem receita culinária, paparoca. Era só pra eu ler, pke tu sabes k no me gusta cozinhar, nem sei.

    QUE POST TÃO INTERESSANTE E COMPLETO!

    Grata por tua visita e comentário tão agradável deixado no meu blog.

    Bisous, ma chèrie and a good week.

    ResponderExcluir
  9. Uma perguntinha: mudaste o Design de teu blog? Que florinhas soft e amorosas! Parabéns! É primavera!

    Beijinho, beijinho!

    ResponderExcluir
  10. Passeio fantástico... Gostava de fazer um dia...
    Espero que esteja tudo bem consigo... Já não falamos à muito tempo...

    ResponderExcluir
  11. Oi Maria da Glória, que viagem interessante! Fugindo dos circuitos óbvios e descobrindo preciosidades!
    Sabe que nunca visitei a Argentina? Vou colocar na minha lista, Buenos Aires parece ser muito bonita....
    Quantas coisas interessantes num só post! Adorei o fundo novo do blog, muito delicado e mimoso
    Bjs

    ResponderExcluir
  12. Caríssima Maria Gloria e Dom Luiz.
    Domingo passado quando abria o teu espaço maravilhoso, deparei-me ao que me pareceu a torre do Palácio Salvo, no momento em que Sandrinha chamou-me para receber o nosso filho Franco que estava chegando com sua esposa Liane. Por um momento pensei tratar-se do Salvo, entretanto naquele momento, ansioso para rever o filho, numa passada d’olhos, li que se tratava do Palácio Barolo.
    Voltei e li este maravilhoso post e para quem gosta de ler e aprender foi uma quase magia, uma aula maravilhosa. Parabéns pelo excelente trabalho, fotos lindas e momentos de pura aventura, numa volta ao passado não muito distante. Vi Dom Luiz e tu em fotos maravilhosas. Parabéns à fotógrafa e ao fotografo.
    E fico cá bombeando enquanto sorvo um amargo, o que se passava na cabeça deste homem que tal e maravilhosa obra fez e qual seria o verdadeiro sonho?
    Seria trazer os restos de Dante ou seria uma apaixonada loucura por este escritor, poeta e político? Talvez nunca venhamos saber, porém ficou essa obra maravilhosa en la Reina del Plata.
    Porém lendo o “Ut portet nomen eius coram gentibus”, realmente vejo que foi ele quem levou o seu nome à frente das nações e ficara eternizado nesta obra ímpar.
    Fiquei maravilhado com tão bela publicação e já está anotado. Próxima ida à Cidade de Buenos Aires este passeio com certeza será feito.
    Passei diversas vezes em frente a esse Palácio e não fazia a menor ideia de tudo isto que o envolve, com tamanha graça e esplendor a história magnífica deste edifício, um ícone em Buenos Aires, assim como o é um ícone o Salvo em Montevideo, o Martinelli em São Paulo e também não podemos esquecer o magnífico e arrojado Copan, do nosso arquiteto maior, Oscar Niemeyer. (Muitos não gostam).
    Fan-tás-ti-co!
    Parabéns por este excelente post.
    Beijos e abraço ao casal Paulistano e que tenham um belíssimo final de semana que se aprochega devagarzito sem levantar polvadeira, no tranquito picado.
    Sandrinha e Pedro.

    ResponderExcluir
  13. WOW che magnifico tour fotografico! Grazie.
    Un abbraccio
    enrico

    ResponderExcluir
  14. Magnifica reportagem fotográfica, que linda e interessante viagem.
    Fiquei muito feliz por a ver voltar e adorei o novo look do seu blogue.
    Bom fim de semana
    Beijinhos
    Maria
    Divagar Sobre Tudo um Pouco

    ResponderExcluir
  15. Olá, minha linda e queridinha amiga!

    Hoje, estava pensando passar por aqui, mas tenho alg. comentários em atraso, mas pra mim posso mudar a ordem dos fatores e ou parcelas, que o resultado não se altera. Ai, como eu sei Matemática -rs! Felizmente k pra mim e pra todos, podemos sempre trocar a ordem da maior parte das "coisas", pke o resultado dá sempre o mesmo.

    A comutatividade me encanta. Sabes como sou e para mim, tanto faz caminhar de leste para oeste como o contrário, pke o resultado vai ser sempre a beleza daquilo que vejo e aprecio.
    Se 2x3 são 6 e 3x2 não tivesse como resultado seis, eu me sentiria "presa", incomodada e infeliz, creio mesmo. A mudança é necessária, em tudo, e mtas vezes aquilo k nos parece um "abismo" não é.

    O Brasil parece morno, triste, me dizias, e parece k não há solução à vista. Há sempre solução pra tudo, excetuando pra morte, portanto, vamos pensar, eu quero k todos os brasileiros, sem interesses partidários, pensem, positivamente. Olha o México e a Venezuela! Estão quase caindo, de "Maduros".

    Hoje, aqui, está cinzento e tem chovido, de vez em qdo, mas estamos no "famigerado" outono e é esse o "prato" que ele nos serve.

    Voltarei, aqui, assim espero, para esmiuçar melhor teu post, pke há partes, k passei um pouco ao lado e há mta beleza e riqueza naquilo k dizes e nos mostras.

    Se sinta abraçada e ao seu lado, sempre e no próximo domingo ainda mais. Sem dramas, Glorita, tá? Já falei desse assunto com o Pedro, que tem uma visão diferente da minha, mas entendo as razões dele e ele "aceita" ou se esforça por "aceitar" as minhas.

    Um grande beijo e abraço meu e de Portugal, que embora mto pequenino está de braços abertos para vocês.

    ResponderExcluir
  16. Obrigada pela partilha.
    Adoro aprender e gosto muito de Dante e de história.
    Gostei muito do teu blogue!

    Re: É verdade, nunca sabemos onde nos podemos reencontrar a nós próprios.
    Obrigada

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  17. Querida Glorinha, é sempre um prazer imenso receber a sua visita.
    Adorei acompanhar a sua viagem à essa cidade que também um dia a mim me encantou, bem como essa incursão no rico Renascimento.
    Beijo grande da Nina

    ResponderExcluir
  18. Amadinha
    Esta tua postagem é um verdadeiro monumento!
    Dizes - "Sei que postagens longas são cansativas" - Por vezes assim acontece e penso que será um dos motivos que levou muitas/os blogueiras/os a "emigrar" para o Face, onde tudo é muito mais "soft"... e, por isso mesmo, dá menos que pensar 😜. Mas isso é outra conversa, e está fora do contexto...
    Pois eu considero que esta tua postagem - MAGNÍFICA - não é nada cansativa. É necessário, sim, dispor de tempo suficiente para lhe prestar a atenção que merece. Tempo de que, infelizmente, não disponho nesta altura. Não sei se te disse que uma das minhas filhas sofreu um enfarte do miocárdio, bastante grave, e está em minha casa. Como podes imaginar... a maior parte do meu tempo é para ela. Os motivos... explicar-te-ei brevemente, por mensagem interna, no Face.
    Vi, da tua postagem, talvez... uma quarta parte. Para além de te dizer que gostei imenso... não tecerei mais comentários. Guardo-os para o final, quando vir a postagem completa.
    Por agora... deixo-te a habitual abada de beijos e abraços, e todo o meu amor fraternal.

    Continuação de boa semana.
    Beijinhos
    MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

    ResponderExcluir
  19. Cheguei ao final Maria Glória, como tu chegaste ao nível do céu, mais apertadinho, e daí tive as lindas vistas sobre toda a vertente cultural que o teu post oferece ! espetáculo, amiga:)
    aprendi um montão de coisas, e esse palácio é fabulosos com todas as historias e lendas associadas :)não me passava pela ideia como seria Buenos Aires,
    lindo panorama daqui, dessa varandinha !
    e os símbolos maçons e templários, olha que muito me fascinam e já que não temos medo deles, então há que descobri-los !

    temos vários por aqui
    os templários são famosos por terem tido em Tomar a maior sede do mundo em termos de riqueza e de tamanho, é o convento de Cristo, também fabuloso, com a sua Charola, magnifico altar semelhante ao templo de Jerusalem

    https://www.youtube.com/watch?v=41EV5yOZcVU
    A incrível Charola Convento de Cristo - Tomar - Portugal

    https://www.youtube.com/watch?v=BgY4vuKPn24


    em 2019 haverá a grande festa dos Tabuleiros, antigamente dedicada ao Espirito Santo e às ofertas do pão, etc. e que se organiza em Tomar de 4 em 4 anos
    https://www.youtube.com/watch?v=Wep6yj2eLH0

    temos ainda a Quinta da Regaleira cheia de símbolos maçons que é deslumbrante:
    https://www.youtube.com/watch?v=efqG6QEm7Dg

    beijinhos amiga
    boa semana
    Angela

    ResponderExcluir
  20. Nossa.. que tratado maravilhoso este!
    Fiz junto o passeio, li, em alguns pontos reeli em outros só passei as
    imagens em outros pontos fiquei nos detalhes, comidas, vinhos, artes, etc.
    Essa cidade é encantadora demais! faz muitos anos que não faço um passeio desses
    mas sei que é maravilhoso.
    Se tu casares informações aqui e acolá vai tirar suas próprias conclusões entre sumiços, etc
    envolvendo essa teia com esses personagens, mas isso é outra história k.
    No meio te tanto problema especulações e até conspirações que o Brasil enfrenta é melhor curtir os lugares, as belas paisagens e a gastronomia em geral. k
    O post é longo sim, mas muito elucidativo e prestas um serviço a cultura.
    Óbvio que passarei mais vezes para ver imagens mais pontuais.

    Não posso deixar de agradecer sua presença lá na casa em posts anteriores e desejar
    a ti e aos teus um bom começo de mês de novembro.
    PAZ E BEM.

    ResponderExcluir
  21. Oi, Maria Glória!
    Quanta coisa interessante aprendi hoje com seu post, gostei do seu bom humor em relação ao seu esforço em chegar ao paraíso, rs, mas com certeza valeu a pena.
    Espero que esteja bem e que tenha um ótimo mês.
    Um abraço
    Sônia

    ResponderExcluir
  22. Oi, querida amiga!

    Adorei tudo o k me enviaste. Lindo, lindo! Depois, falaremos.

    Sei k agora já estás melhor, pke o calor abrandou e aqui o frio aumentou.

    Estive olhando as fotos daqui e fiquei ainda mais entusiasmada. Qta beleza e História!

    Vocês viveram momentos únicos e sempre lembrarão essa viagem.

    Grata por tu visitinha e tão amistosas palavras. Esse poema me foi pedido por uma conhecida minha, k terminou um relacionamento amoroso e eu, com alg. esforço, lá o consegui escrever.
    Minha temática é outra. Nunca vivi uma situação sentimental do género, pke sei bem o que quero.

    Beijos, abraços e boa semana.

    ResponderExcluir
  23. Glorinha querida, me perdoe, mas não consegui achar a mensagem que me enviou para o Instagram privado(?). Terei que pedir ajuda à minha filha, já que -reconheçamos - sou quase analfabeta no que às novas tecnologias diz respeito. Tenha uma feliz noite. Aqui Inverno rigoroso. Beijinhos

    ResponderExcluir
  24. Gloria, Glorinha
    Que post mais lindo !
    Viajei e viajaria mais vezes contigo e Dante que me perdoe , ainda bem que os restos mortais ficaram por lá . Ficou o sonho do Barolo e sua determinação em construir tão belo monumento
    Gosto de estar aqui e ver como retratas uma viagem . Ao término sempre pincela com diversão e romantismo. Pude ver as mãos do casal entrelaçadas num brinde com Malbec
    Ah Glorinha só tu !
    Eu sempre admiro como você anota tudo e depois relata com fieldade e graça
    depois vou assistir ao vídeo de uma hora. Belíssimo

    fiz um teste de comentário pois tive um dos emails invadido e até mudei o plano de fundo do meu blog. Também ele andou vasculhado .

    bjs
    adorei nossa viagem

    ResponderExcluir
  25. Olá Glorinha!
    Eu amei sua postagem, nota mil. Isso que é arte minha amiga. Sou fascinada por arquitetura. Essa imagem do Palácio Barolo é magnifica, linda fachada. Já conhecida por fotos recebida de amigos, mas não sabia dessa grandiosidade dos detalhes que você tão bem explicou. Todas as fotos são de uma beleza sem igual. Muito bem explicada nos mínimos detalhes. Esse trajeto pela escada deve ser bem cansativo, ainda mais sendo como um caracol. Mas valeu a pena no final né? A vista é maravilhosa e as fotos estão belíssimas. Fiz uma viagem na sua reportagem. Você daria uma ótima guia de turismo. Passarei ainda depois pra ver com mais calma, tem muita coisa que deixei pra olhar mais devagar.
    Um beijo e um sorriso.😘😃💙
    Uma ótima sexta, um ótimo mês de novembro.

    ResponderExcluir
  26. Olá Paulistanos, Maria, Dom Luiz e Marianinha.
    Passei novamente aqui para admirar este maravilhoso post, e agradecer as visitas a meu espaço, desejando muita saúde e paz.
    Barolo é uma verdadeira maravilha de la Reina del Plata, que me faz sonhar em visitá-lo numa próxima viagem à belíssima Buenos Aires. Rever estas fotos é para mim uma viagem a uma das mais belas cidades do Cone Sul. Beijos e abraços e como sempre um especial à Marianinha.
    Bom fim de semana.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  27. Que passeio interessante. Beijinho e Feliz semana.

    ResponderExcluir