terça-feira, 21 de junho de 2016

Viagem - Buenos Aires Argentina




Estas fotos, do meu rosto, assim bem pertinho, são as prometidas para a Céu, uma amiga super querida, conheci aqui, na blogosfera. Ela escreve poemas eróticos e apaixonados, com excelência e elegância. Não conheço quem faça igual. Para não perderem, sugiro que acessem o blog 'AUSENTE DO CÉU', a experiência é sublime!




Era bem tarde, passava das 23:00 e aguardava, em um restaurante de Buenos Aires, o prato pedido. Depois de um dia repleto de atividades e longas caminhadas, estava muito cansada. 



Um tempo em que fui Corretora de Imóveis da Construtora Cyrela, em um dia de trabalho. 



Uma tarde de sábado, na primavera, em casa.



Com meu único filhote, Bruno. Os cabelos longos e aloirados. Hoje, estão na altura dos ombros. 



E, esta última, de franja, em 2008. 


E já que postei uma foto em Buenos Aires, no caso a primeira, vou contar um pouco sobre esta viagem, que fiz em setembro de 2009.

Buenos Aires é uma cidade muito charmosa. Tem uma arquitetura que lembra muito as cidades da Europa. Os porteños gostam de sair de casa bem vestidos, tem o hábito frequentar cafés, para ler jornal ou conversar. É um estilo de vida que muito me agrada. Os nascidos em Buenos Aires, são chamados de portenhos ou porteños, já que a cidade tem um porto. 

A gastronomia é de alto valor em uma viagem a Buenos Aires. A carne bovina é de altíssima qualidade, tanto em sabor, quanto em maciez. As empanadas são uma especialidade a parte, mas as melhores são as de massa bem fina, quase folhada. Provei também salames e queijos maravilhosos, por lá. Apreciei muitíssimo a pizza, assada na pedra, uma especialidade, sem igual, dos porteños. Outro ponto que não se pode perder em Buenos Aires, para nada neste mundo, é o tango. Nada pode ser comparado ao tango, nos quesitos dramaticidade e sensualidade! Já vi alguns bailarinos, de outros países, dançarem tango e foi uma lástima, na minha opinião. Acho melhor exemplificar, para assim sentirem melhor o que quero dizer.

Dançarinos sem leveza, endurecidos, parecem que estão em uma pista de patinação e pelo que entendi, lá na página do youtube, são russos, então, combina mesmo com o balé no gelo. Sinceramente, para a dramaticidade do tango, eu achei uma apresentação tosca, tanto por parte dançarinos, quando pela apresentação da orquestra: 


Agora, neste vídeo, observem, começando pela expressão dramática dos rostos, principalmente os olhares. Nada é estático, nem as bocas, quase sempre abertas, com se quisessem beijar ou suspirar. Observem os movimentos das mãos e a forma com a a dançarina valoriza o longo cabelo, em jogadas sensuais. E as paradas, por segundos, da música e dos movimentos? Nelas, nas paradas, criam-se espaços, lacunas, aonde o coração vibra em uníssono não só com o tango dançado e tocado, mas com toda a atmosfera. É o caso de sermos arrebatados por toda esta produção artística, completamente envolvidos, como se nós fossemos a música e os movimentos, ora lentos, quase parados, ora impactantes, sem nada de rapidez ou rigidez, tudo fluído e maleável. Tornamo-nos parte da dança e da música, deixando de ser apenas espectadores, platéia. Um show de sensualidade na mais perfeita cadência entre movimentos e respiração ávida. Nem falarei mais nada, precisam ver e sentir: 


Nesta viagem, aprendi a falar um pouco de portunhol ou portuñol: interlíngua originária da mistura de palavras das línguas portuguesa e espanhola. É assim que a comunicação, geralmente, acontece entre brasileiros e porteños e resolve muito bem. Mas eu confesso, que achei um pouco estranho o resultado desta mistura de línguas, principalmente, porque não existe regras, tudo é permitido. Em algumas situações, foi até engraçado fazer parte desta mistura, mas atingiu o abjetivo, que era a comunicação, e muito bem. 





Quando chegamos, eu e o maridex, no hotel, já era noite e eu fiquei encantada com a vista da varanda.



Estávamos bem ao lado do famoso El Obelisco, monumento histórico, inaugurado em 1936, na Praça da República, no cruzamento da rua Corrientes (sim, a do famoso Tango 'A Media Luz') e da avenida Nove de Julho, em comemoração ao quarto centenário da fundação da cidade. Neste local, anteriormente ao monumento, havia uma igreja, onde dizem ter sido, oficialmente hasteada, pela primeira vez a bandeira da Argentina.

O famoso tango 'A Media Luz', imortalizado na voz de Carlos Gardel, fala de um endereço na rua Corrientes, no número 348, local onde funcionava um bordel. Eu e o maridex caminhamos pela famosa rua, tentamos achar o número 348, mas não encontramos. E seguindo com a caminhada, noite avançada, encontramos uma pizzaria, entramos e após chegar o nosso pedido, fomos surpreendidos com uma pizza deliciosa, assada na pedra. As pizzarias de Buenos Aires não deixam nada a desejar, uma especialidade, como as de São Paulo, para não perder. 



A Nueve de Julio é a principal avenida de Buenos Aires. Foi construída em 1912 e concluída em 1930. É conhecida mundialmente por ser muito larga e por conta disto, foi considerada a avenida mais larga do mundo.


Imagem by Google 

Parte da avenida Nove de Julho, vista da varanda do hotel. 



Ainda na varanda, outro ângulo, na avenida Roque Sáenz Peña, onde pode-se observar a arquitetura dos edifícios. Seguindo em frente, talvez a cinco quadras, chega-se a famosa rua Florida, só para pedestres, onde o trânsito de veículos é proibido. É o endereço mais importante para compras, como moda, perfumaria, eletrônicos, artesanato, brinquedos. Também há cafés e restaurantes.  


Na calle Florida, além do passeio e algumas comprinhas, fomos conhecer as Galerias Pacífico, um imponente shopping center, repleto de arte e cultura, além de lojas. 



A construção das Galerias Pacífico começou em 1888 e o estilo, requintado e glamouroso, foi inspirado nas construções europeias. O maior destaque é a cúpula, com belos murais realizados por pintores argentinos. 



Avistei, ainda na varanda do hotel que estava hospedada, uma construção, que me disseram ser um hotel, com um apartamento triplex, construído na cobertura. Achei super interessante, pois ficou bem diferente! Parece mais uma casa, do que uma cobertura.  


Entrada para El Subte ou Metrô, sendo o mais antigo da America Latina, aberto ao público em 1913.



Agora, fora do hotel e flanando pela cidade, avistei um palacete, que me disseram ter sido transformado em hotel, frequentado por celebridades. 


Por todo o lado há cafés. Os frequentadores estão sempre bem vestidos, de maneira clássica, com terno, paletó, sobretudo. As mulheres sempre maquiadas, muitas com penteados, bolsas e sapatos super clássicos. 


Dentro do ônibus, fazendo turismo na cidade, com uma escultura metálica ao fundo. 


Parece uma tulipa né? É uma escultura metálica, a Floralis Generica, na Plaza de las Naciones Unidas, na Recoleta. Foi um presente do arquiteto argentino Eduardo Catalano, para a cidade de Buenos Aires. Feita em aço inoxidável, com esqueleto de alumínio, pesa dezoito toneladas e tem 23 metros de altura.

A grande tulipa, foi feita para abrir automaticamente, por um sistema elétrico que movimenta as pétalas, abrindo pela manhã e fechando ao pôr do sol. Na presença de ventos fortes, a flor se fecha e a noite, também fechada, ela emana do seu interior um brilho vermelho. 

Na época, disseram que estava desativada, pois preço do conserto era muito alto. 


Arquitetura charmosíssima, no bairro da Recoleta. Estilo francês, não? 


Monumento a María Eva Duarte de Perón - Evita ou Eva Perón -  localizado na avenida del Libertador, no bairro da Recoleta.

Evita - 1919/1952 - foi uma atriz e líder política argentina. Tornou-se primeira-dama da Argentina quando o general Juan Domingo Perón foi eleito presidente. Morreu aos 33 anos de idade.

O monumento foi esculpido pelo argentino Ricardo Giannetti e inaugurado em dezembro de 1999. Na base da estrutura lê-se: "Soube dignificar a mulher, dar proteção à infância e amparar aos idosos, renunciando às honras. Quis para sempre ser simplesmente Evita, eterna na alma do nosso povo, por melhorar a condição humana de humildes e trabalhadores, lutando pela justiça social.” Fonte Wikipédia


"Embaixada do Brasil em Buenos Aires, um dos principais exemplos de arquitetura afrancesada na capital argentina. Localizada na avenida Alvear, na Recoleta. Originalmente residência particular, foi adquirida em 1945 pelo governo brasileiro para sua sede diplomática.
O edifício foi construído como residência do rico proprietário de terras Celidonio Pereda, que encomendou o desenho ao arquiteto francês Louis Martin, formado na Escola de Belas Artes de Paris. Como modelo, Pereda solicitou ao arquiteto que usasse o Museu Jacquemart-André de Paris, um importante edifício dos séculos XVIII e XIX. As obras começaram em 1919; em 1920, desentendimentos com o arquiteto original fizeram que Pereda contratasse o arquiteto belga Julio Dormal para continuar os trabalhos.
No interior, destacam-se as pinturas murais do andar superior, realizadas pelo catalão José María Sert (1876-1945), pintor consagrado na Europa da época. Pereda conheceu a obra de Sert em Paris, e encomendou-lhe uma série de pinturas, que o artista realizou baseando-se em maquetes dos salões da mansão. As grandes telas chegaram a Buenos Aires em 1932, quando foram aderidas às paredes e tetos do Palácio. Abrangendo temas mitológicos e hispânicos, as pinturas do Palácio Pereda são consideradas das melhores realizadas por Sert para particulares." Fonte Wikipédia


Embaixada do Brasil em Buenos Aires - By Wikipédia

Museu Jacquemart-André de Paris, o modelo usado pelo arquiteto francês. Não vejo tanta semelhança, será por isso, que o proprietário Celidonio Pereda, mudou de arquiteto?  

 Imagem clique aqui

Uma praça que achei muito charmosa, mas não lembro o bairro, talvez Recoleta ou Palermo. Aprecio muito árvores desfolhadas, mas acho que sou a única...


A Praça de Maio ou Plaza de Mayo, no bairro de Monserrat, é a principal praça no centro da cidade de Buenos Aires. 


Ao fundo, a Casa Rosada, sede da presidência da republica argentina. 


Ainda na Plaza de Mayo, ônibus com turistas, a correr pela cidade de Buenos Aires, todos com fones de ouvido, atentos as explicações do guia. Não me apetece, prefiro caminhar e se for flanando, melhor ainda. 


Catedral Metropolitana de Buenos Aires. É a principal igreja católica da cidade. Do lado direto, na parte inferior, lá estou eu admirando a arquitetura, que me parece uma mistura de estilos. 


No seu interior, está o túmulo de José de San Martín - 1778/1850 - general sul-americano, cujas campanhas foram decisivas para as declarações de independência da Argentina, Chile e do Peru.

A imagem não está ampliada, pois a foto não é das melhores. 


Museu de Arte Latino-Americana de Buenos Aires, o MALBA, localizado no bairro de Palermo. A foto foi tirada dentro do taxi. 


No MALBA, apreciei obras de Frida Kahlo, Diego Rivera, Tarsila do Amaral, Botero, além de outros. No saguão do museu, ao lado de um parque, há um charmoso e moderno café, comandado por chefs franceses, o Café des Arts. Os frequentadores tinham um estilo moderno, elegante, mas descontraído. Claro que eu degustei um delicioso cafezinho... não perco um café, bem tirado e aromático! 


Puerto Madero é um bairro relativamente novo, portanto, um dos mais modernos de Buenos Aires. É o centro financeiro da cidade e oferece gastronomia de altíssima qualidade, com preços igualmente elevados.  



Ainda, Puerto Madero. 



Em uma manhã, fomos conhecer o Caminito, transformado em 1959, em uma 'rua-museu', localizada no bairro La Boca, muito próxima ao estádio La Bombonera.

Dizem que o Caminito é um local tranquilo, mas o bairro La Boca não é muito seguro. Então, fomos orientados para ter muito cuidado e não levar objetos de valor.

La Boca teve a sua origem a partir da construção de um porto, no Rio de La Plata. Foi o primeiro bairro que acolheu muitos imigrantes italianos, que vinham a Buenos Aires em busca de trabalho.

Os Conventillos (casas pobres, feitas com chapas de metal onduladas, montadas sobre pilares ou cimentos altos, por conta de frequentes enchentes) eram as habitações típicas dos imigrantes, no final do século XIX. Os Conventillos eram pintados, pelos imigrantes, com as sobras de tintas provenientes das oficinas dos navios. Tal prática é mantida até hoje, pelos atuais moradores e alguns conventillos, foram transformados em lojas de souvenirs.

Eu não fiquei encantada pelo Caminito, a tal rua-museu. É um local com uma enorme quantidade de turistas, coisa que me faz fugir. Mas, fiquei muito mais encantada pelas memórias que este local ainda pode ocultar, certamente muitas histórias.

O famoso pintor Boca Quinquela (superó los límites del campo artístico... fue un pintor de puertos  y trabajadores, denunciando sus extenuantes y precarias condiciones de trabajo - conheçam as obras) que em 1950, batizou a rua como 'Caminito' nome do famoso tango.


No Caminito, escolhemos um restaurante, sentamos do lado de fora, bebericamos, petiscamos e assistimos a um show de tango. Uma manhã é mais do que suficiente para conhecer o Caminito. O show a que me refiro, é como este, no vídeo:


Agora, na estação de trem Maipu, esperando o Tren de La Costa. O percurso de 16km, com onze estações, passa por localidades residenciais bem charmosas, como Olivos, La Lucila, Martinez, San Izidro, San Fernando, até chegar a cidade de Tigre - o nome se deve a presença do felino yaguareté, que vivia no lugar antes de ser habitado. 


Estação Maipu e o Tren de La Costa, chegando.  



Outro ângulo da estação Maipu. 



No trem, quando não temos a vista dos bairros, temos a vista do Rio de la Plata. Era bem cedo e percebemos que muitos passageiros pareciam ir trabalhar, alguns com uma expressão bem desanimada. 


Esta região fica na zona norte de Buenos Aires, bem residencial e com muitas praças.  



Uma das estações, mas não posso me lembrar o nome. O trajeto e as estações, do Tren de La Costa, são bem tranquilos. 



Descemos na estação de San Izidro, cidadezinha muito agradável e tranquila para passear, fotografar e almoçar. O comércio para turistas é bem explorado.  



A praça com a Catedral de San Isidro ao fundo. 







Ao lado da catedral há um colégio e no jardim, fotografei estas flores,  de um tom de rosa sem igual. Fiquei encantada, pois na mesma plantinha, um galho com flores rosas e outro com flores brancas! 


A cidade é pequena, tranquila e tem muitos jardins.  


De San Izidro, partimos para a cidade de Tigre, com ares de uma cidade inglesa. A arquitetura lembra o estilo vitoriano.   


Na estação fluvial da cidade de Tigre, partimos para uma passeio, em uma embarcação chamada catamarã, para conhecer um Delta - são rios com pequenas ilhas habitadas, aonde o transporte é somente por barcos.



Já dentro do catamarã e conhecendo as habitações do Delta do Tigre, um dos maiores do mundo.  Ele deságua no Rio da Prata, águas que ficam entre a  Argentina e o Uruguai. As casas são de moradores de Buenos Aires, que usam para descansar nos finais de semana ou temporadas de férias, ou mesmo de moradores do Delta. Os moradores são a maioria. Algumas casas podem ser alugadas para férias ou finais de de semana. 

O Delta tem toda a estrutura necessária para os moradores: escola, igreja, restaurantes e até posto de gasolina para abastecer as embarcações. Assim como Veneza, no Delta o transporte é feito por barcos, portanto, não existem veículos. Todas as casas tem o seu próprio pier e as lanchas deliveries chegam com os suprimentos necessários. São: lancha mercado, verduras e legumes; lancha banco; lancha táxi; lancha hospital ou ambulância; etc. As crianças que moram no Delta, frequentam a escola do próprio Delta e são transportadas por uma lancha escolar. A lancha escolar pega as crianças nos píeres das casas, transportando até a escola e depois das aulas, de volta para casa. Tudo gratuito pelo governo da Argentina.


Uma simpática casa no Delta do Tigre. Todas as fotos foram tiradas de dentro do catamarã. Era setembro, final de inverno no hemisfério sul. O dia estava claro, frio e garoava. 


Aqui, pode-se ver bem o pier em cada casa.


Uma das saídas, para acessar outras ilhas, com se fosse uma rua. Cada ilha tem o formato de um prato fundo e as casas são construídas sempre nas bordas das ilhas. Não há nada no interior das ilhas.

A água não é bonita de se ver, estava sempre na cor marrom. 



Um exemplo perfeito da casa, o pier e a lancha, como se fosse o carro dos moradores.  



Este é um dos postos de gasolina do Delta, para abastecer as embarcações. 



Casa que pertenceu a Domingo Faustino Sarmiento, um dos presidentes da Argentina. Hoje é museu e biblioteca. Permanece protegida das ações do tempo, em um tipo de redoma.


O passeio é longo e demorado, até chegar ao porto de Buenos Aires, quando termina. Desembarcamos bem ao lado do Yacht Club Argentino. 


A tangueria que eu escolhi foi a Esquina Carlos Gardel. Por que? Porque o show de tango apresentado nesta tangueria, conta a história do tango desde o início. Época dos bordéis, com altíssima frequência em Buenos Aires e Montevidéu, tanto que além da costumeira diversão, foram incluídas apresentações musicais com violino, flauta e violão, dando início ao tango. Naquela época, o tango era dançado por dois homens, daí o fato dos rostos virados, sem se fitarem... coisa de louco em um prostíbulo ahaha. O bandoneón, que atualmente caracteriza o tango, apareceu por volta de 1900, trazido pelos imigrantes alemães. A polca, a habanera, o candombe e a milonga são os pais do tango. Então, com o sucesso do cantor Carlos Gardel, o tango alcançou popularização, saindo dos prostíbulos para os salões de festa. - Fonte Wikipédia

A tangueria Señor Tango, eu conheci em São Paulo, com apenas parte do show apresentada. Foi bem interessante e marcante. Em Buenos Aires, as apresentações desta tangueria, costumam levar até cavalos para o palco. O que me fez desistir imediatamente da apresentação por lá, pois para um show, até a dramaticidade eu aprecio, agora um cavalo andando pelo palco, achei um tanto brega. 

Se for a Buenos Aires e quiser conhecer uma tangueria, veja: 

   
A tangueria Esquina Carlos Gardel é bem agradável e aconchegante.


O show de tango inclui jantar ou não. Se eu voltasse a uma tangueria, não escolheria com jantar. Buenos aires é uma cidade em que os restaurantes funcionam até muito tarde da noite, os portenhos jantam muito tarde. Claro, é muito mais gostoso ir jantar em outro lugar, após o show. 

O jantar ofereceu duas opções de pratos, um cardápio bem mais enxuto do que os restaurantes. A comida é boa, nada excepcional. A cidade tem muito mais a oferecer em termos de gastronomia. Não vale a pena, no meu ponto de vista, jantar na tangueria.  


O palco se apresenta com os músicos acima e os dançarinos abaixo. Vou contar, as pernas das dançarinas de tango não tem para ninguém na galáxia inteira! Uma das dançarinas era uma senhora, acho que sessentona, mas que pernocas... madonna mia! 

A foto está péssima... mas creio que dá para ilustrar. 


Termino aqui, mas não poderia deixar de mencionar o gênio Astor Piazzolla (nascido em Mar del Plata, Argentina 1921/1992), que em assunto de tango, é o meu preferido. Considerado o compositor de tango mais importante da segunda metade do século XX. Astor, lapidou o tango em uma nova linguagem, mas foi criticado pelos tocadores de tango clássicos. No entanto, suas composições são tocadas por muitas orquestras do mundo inteiro, todos reconhecem e aplaudem. 

Deixo, para ouvirem e já me despedindo: Libertango - é uma peça musical de tango, foi gravada em 1974 em Milão, Itália. O nome é a fusão das palavras Liberdade e Tango. Beijos! 





75 comentários:

  1. Concordo inteiramente com a avaliação - a Argentina é um país fascinante.
    Tenho a sorte de ter feito um tour até ao sul, onde o país termina - foi inesquecível.
    Buenos Aires tem realmente muitos traços arquitectónicos europeus e a comida - especialmente os bifes de chorizo - são fabulosos.
    beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também acho um país belíssimo, especialmente a Patagônia.
      Quanto aos cortes de carne argentina, são muitos os que me agradam, gosto também do vacio, que aqui no Brasil, leva o nome de fraldinha.
      Beijocas.

      Excluir
  2. Bem, não sei quem é essa tua amiga virtual, de nome Céu, mas, qdo tiver tempo e disposição, passo pelo blog dela, k não deve ser assim nada de mto especial.

    Agora, o mais importante são as tuas fotos, aqui, bem visíveis e com aquele encanto de MADAME. Tens porte e nível, minina. Gostei de todas, mas em algumas pareces uma jovem com 24/25 anos, com mto glamour e mta intelectualidade. Adorei aquelas em k estás na Plaza de Mayo. LINDA, LINDA!

    Glorinha, querida, que POSTAGEM! Nossa! Parabéns! Tanto assunto interessante! Li o que tu escreveste, mas um pouco na diagonal. Voltarei, depois, claro.

    Escutei e vi todos os vídeos com olhos de ver e na íntegra, e como adoro e danço, vi tudo, tudinho e o Forever Tango, me abalroou, entre aspas. O tango tem características próprias e mto especiais. É a dança da sensualidade, da entrega e do prazer e olha que o dançarino k já não é um jovem, propriamente dito, se aguentou mto bem - risos. Ela fez dele gato sapato, como se diz por cá, mas o cara se portou como um cavalheiro e um dançarino profissionalíssimo, como, de facto, é. Ela, logicamente, provocou, provocou e as bocas deles, por duas vezes, ficaram a, c acento, distancia de milímetros, uma da outra. Sensualidade, provocação e entrega com profissionalismo e muita, muita classe.

    OBRIGADA, MINHA QUERIDA! ADORO SURPRESAS, BOAS, ESTÁ BOM DE VER! TE AGRADEÇO IMENSAMENTE!

    Beijos, abraços e mais uma vez, te agradeço, de ♥ teus mimos e atendimento de meus caprichos e pedidos - risos.

    CIELO, SKY, CIEL.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se eu fosse você, iria até o blog da minha amiga Céu, para conhece o belo conteúdo que ela disponibiliza. Para não perder... ahahaha. Ainda não fostes?

      Obrigada por gostares das minha fotos, foram especialmente dedicadas a querida Céu, que só conheço, fisicamente, os belos olhos e, é claro, olhar, que é muito diferente dos olhos.

      O Forever Tango é para ser arrebatado, que dançarinos completos, impecáveis, muito embora, os caminho que percorrem, dançando divinamente, dizem ser totalmente pecadores. Também notei que o dançarino não é jovem, o que achei muito melhor e apropriado. Há qualidades, que com a idade, ficam pra lá de além de excelentes!

      Nada que agradecer, pois, para mim, um prazer a amizade com a Céu.

      Beijocas Cielo mia!

      Excluir
  3. Olá Maria
    Passo qualquer hora, lá pode deixar, linda sua viagem, e que bom que não sentiu
    dificuldades na comunicação.
    Bjs

    http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, não foi mesmo difícil, as línguas são muito parecidas, Simone.
      Beijocas.

      Excluir
  4. Sem querer avaliar o exposto
    digo com gosto
    que a beleza é descrita e sentida de recordações
    ilustrações
    e estes momentos assim apresentados
    são apanágio de grandes Paixões, pela vida...

    Lembro-me de uma Professora
    de nome Betina
    da Argentina do celeiro do Mundo
    como aprendíamos na época...

    Deixo um xoxo de aqui da Serra
    nos desejos de uma feliz noite
    que eu
    decerto vou sonhar com a Cidade de Buenos Aires...~_``````````

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Além do momento presente, que é de grande valor, a vida, também, é feita de recordações. E a Argentina é mesmo uma opção de viagem surpreendente, João! Tenho muito gosto em conhecer a Patagônia, seja a Argentina ou a Chilena.
      Um beijinho.

      Excluir
  5. Minha amiguinha, eu sou bem mais veloz, por vezes, que a luz. Sou mulher, sou Lilith e está tudo dito.

    Te Agradeço, DE ♥.

    beijinho, beijinho, Glorinha, querida...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lilith me contou, disse que tudo o que é e sabe, aprendeu com você, Céu! Muito mais veloz que a luz, sim, senhorita!
      Beijoca minha linda Céu.

      Excluir
    2. Não consegui comentar no teu blog Céu, claro, tu estás bombando na blogosfera, minha querida. Maraviiilha!
      Acabei de deixar um comentário no blog da Ana.
      E vamos que vamos, como dizemos aqui, tudo o que é belo e de qualidade, deve ser compartilhado.
      Mais beijocas!

      Excluir
  6. Que coisa mais linda esse post! Caprichaste muito! Adorei te ver bem de pertinho ,lindona! E Buenos Aires e charmosa, tem um clima romântico no ar! Adoro. Gostei muito de rever esses lugares todos. Faz muito não vamos lá! Vale a pena! Belos registros! beijos, tuuuuuuuuuuuuudo de bom,chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Chica, obrigado, sempre, pela tua presença, pelo carinho!
      Sim, Buenos Aires tem mesmo um clima romântico no ar... um beijo amore mio!

      Excluir
  7. Boa noite, querida Maria da Glória!
    Que beleza ver tanta formosura junta!
    Hoje foi minha vez de passear com vc...
    Quando por lá for, só conheço uma cidade fronteira... seguirei um pouco do seu roteiro...
    Gostei demais das fotos e da descrição 'solene' que fez de todas as fotos... com muito esmero e generosidade!
    Meu filho e nora já estiveram por lá... acho a Casa Rosada uma graçaa e a Av. com 9 pistas... um espetáculo!
    Bjm muito fraterno

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rosélia, minha querida, ainda, quem sabe, vamos passear juntas, por São Paulo histórica, por exemplo!
      E muito obrigado por gostares do que compartilho por aqui, faço mesmo com gosto, com felicidade.
      Beijos bella!

      Excluir
  8. Bela reportagem desta magnifica viagem à Argentina país que me fascina pelas suas gentes e cultura para não falar do tango.
    Um abraço e boa semana.
    Andarilhar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois sim, Francisco, o país é mesmo fascinante! O tango, nem se fala...
      Outro abraço!

      Excluir
  9. Por momentos achamos que estamos mesmo lá, magnífica reportagem!
    http://araparigadoautocarro.blogs.sapo.pt/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado e feliz que tenhas gostado.
      Um beijinho.

      Excluir
  10. Passo para deixar o desejo de um Feliz dia

    Xoxo de aqui da Serra~_````````

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agradecida João, desejando o mesmo, beijocas!

      Excluir
  11. Pelas imagens, foi uma viagem encantadora. Dei por mim a estabelecer algum paralelismos e comparação com algumas zonas da Baixa Lisboeta, nomeadamente com a Avenida da Liberdade, mas em ponto mais pequeno, claro está! =)
    Beijinhos
    http://chicana.blogs.sapo.pt/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhh que vontade tenho eu de conhecer Lisboa, não só, mas muitos locais de Portugal. E irei, logo que for possível, acho Portugal um país maravilhoso, tranquilo, um costa magnífica e uma deliciosa gastronomia.
      Beijoca chique Ana.

      Excluir
  12. Curioso...há imenso tempo que ando, pelo menos em sonhos para conhecer Buenos Aires, uma cidade que sempre me inspirou alguma curiosidade e agora , por coincidência vejo-a aqui retratada com excelentes detalhes e uma óptima descrição.
    Quando for venho aqui tirar uma dicas.
    Gostei de conhecer você, de olhar dócil e sorriso acolhedor.

    Beijos Glória

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Manu, quando vejo coincidências por perto, fico atenta. Penso que a vida, também, conversa conosco, de várias maneiras. Mas é uma viagem bem interessante, que eu recomendo. Eu tenho planos de conhecer a Patagônia, que acho de imensa beleza.
      Venha quando quiser, sempre um prazer receber-te.
      Obrigado Manu, beijinhos.

      Excluir
  13. Que post brutal de bom!!!! Espectacular!... E um prazer imenso, conhecê-la assim bem de pertinho, Gloria!...
    Hoje já é um pouco fora de hora, por aqui... pelo que amanhã, venho ver esta maravilha, ao pormenor...
    Grata pelo carinho de sempre, lá no meu canto, Glória!... Coincidimos a homenagear a Céu... ainda não me tinha dado conta, pois só agora estou passando por aqui... mas a Céu merece, pelo tanto que dá de si a todos nós, sempre incansavelmente marcando presença, nos nossos blogues, e sempre nos dando a maior força, com as suas palavras...
    Beijinhos! Até amanhã!
    Ana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De certo que, o prazer também é meu Ana, já a conhecendo por foto, lá no seu blogue, e confirmando que a tua beleza não é só expressa internamente, mas que tu, és um bela mulher, também externamente.
      A Céu é a inspiração em forma humana, a nos encantar, com elegância, com seus poemas, como só ela sabe bem fazer...

      Excluir
  14. Minha querida...

    Tudo bem, Glorinha...

    Deixa eu desabafar, já - qdo já tinha feito-escrito metade do meu comentário ao teu post, k li e reli, vi e revi, amei e adorei, e ao clicar numa foto pra ver com mais pormenor, zás, minhas palavras se escafederam, como vocês aí falam. Virgem Santíssima, nem posso acreditar... Bom, minha mão, pobrezinha, a esq. pke a direita apenas fica olhando a outra, até parece k encolheu, quer fugir e se nega a escrever mais, por agora, acho eu. Desilusão, nada, nem ninguém gosta, como todos sabemos.
    Ahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh, que desalento...

    Tanto amor eu coloquei no k ia escrevendo... Qdo recuperar do desaire, eu voltarei, se Deus quiser.

    Um dia de luz e harmonia, preferencialmente frio - risos - e mtos beijos e flores enfeitando o teu dia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A friagem aqui está serena, mais branda, bem como eu gosto. Sol de dia e a noite, frio mais severo. Estou muito bem, animada e inspirada! Durmo a noite inteira.

      Agora, por conta do seu comentário, que escafedeu-se, bem... ele não chegou em forma de palavras, mas chegou em forma de carinho, fique mimadinha!!! Mas ele chegou e gostei...

      Excluir
  15. Oi Glória
    você detalhou tão bem sua viagem, que parecia eu estar viajando contigo.
    Estivemos em Buenos Aires em 2015, e assim pude reviver alguns locais visitados conforme sua descrição. Um lugar encantador onde as praças são ocupadas pelas pessoas , que se encontram, bebericam vinhos ou espumantes e conversam animadamente. Bem diferente de algumas praças brasileiras.
    Vejo que aproveitaram bastante conhecendo outros lugares e a gastronomia. Pizza feita na pedra , uma verdadeira delicia!
    E sou como tu, gosto de árvores sem folhas. Dias nublados casam perfeitamente com árvores assim. Adoro!
    Grata por compartilhar momentos tão belos , ricas curiosidades, música e tangos que nos remetem a uma lembrança desse país querido. Adorei ouvir Libertango de Piazolla, meu preferido.
    beijinho e bom fim de semana!




    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amei ver suas imagens de pertinho.
      Uma mulher linda, de traços marcantes e de olhar
      decidido. parabéns as imagens que sua amiga clicou
      bjss

      Excluir
    2. Olhe só a Zizi gostando, como eu, de árvores desfolhadas e dias nublados. Quando digo este meu gosto, muitos nem falam nada... ficam só me olhando... mas gosto é gosto e é bom que seja diverso, para não ser cansativo e magoar o que não é gosto da maioria.

      As praças por lá são mesmo um caso a parte, muito charmosas e frequentáveis, civilizadas. Eu apreciei muito.

      Obrigado Zizi, deixo um beijinho e o desejo de mais e mais dias felizes.

      Excluir
  16. Tu és muito bonita querida! Que filho lindo tu tens.Não conheço Buenos Aires, amei os teu olhares. Um feliz final de semana, beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Patrícia, obrigado querida!
      Tenho acompanhado com gosto o teu curso, logo mais irei fazer-te uma visita, esperando ver mais fotos de peônias... que belas.
      Beijocas!

      Excluir
  17. Wonderful shots of you! And I love all that architecture. And how unusual to see a house in a plastic bubble!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. The house is protected, it is free of time shares. A super careful!
      Kisses Lady Fi and happy days.

      Excluir
  18. Olá Maria Glória, que viagem linda!
    Ainda não conheço Buenos Aires, mas anotei suas dicas e amei aquele segundo vídeo de tango!
    Você é uma mulher muito bonita.
    Grande abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Buenos Aires tem ares de lua de mel. Foi uma viagem super tranquila, gostamos muito.
      Obrigado querida Cristiane, um beijo!

      Excluir
  19. E na noite de S. João
    a nossa Seleção
    deu-nos um Balão
    para brincar...Hé hé hé

    Beijinhos e feliz Domingo~_````````

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Santo é forte, com dizemos aqui no Brasil. Parabéns!
      Beijos João.

      Excluir
  20. ♫♪ه° ·.
    Uma cidade encantadora... cheia de atrativos turísticos.

    Bom domingo! Boa semana!
    Beijinhos.
    💕ه° ·.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Inês, deixo um beijo e os votos de dias felizes.

      Excluir
  21. Thank you for guiding us around Buenos Aires in this photo-tour. I enjoyed accompanying you and felt close to you because of the nice photos of yours. The white architectures are beautiful and impressive and Argentine tango dancing is surely one of the most passionate dances. The dancers are dancing art.

    Yoko

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hello Yoko, traveling is one of the best things in life!
      Thank you for your visit and comment on my blog. Your blog is a pleasure to browse the pictures are beautiful and nice.
      Kisses.

      Excluir
  22. Hello, what a wonderful tour of Buenos Aires! I enjoyed all the photos of you and the city. So many pretty sights to see, thank your for sharing your visit. Happy Sunday, enjoy your day and the new week ahead!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hello Eileen!
      I also thank you and I with a kiss and the desire for happy days.

      Excluir
  23. excelente reportagem
    e gostei das fotos
    uma belíssima postagem
    boa semana
    beijinho
    :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Piedade, obrigado querida.
      Um beijo e ótima semana, com dias felizes.

      Excluir
  24. Em Buenos Aires e mesmo esperando o prato pedido e já passando das 23h, estás com um aspeto sereno, dócil e lavado. Aquela, em k eras Corretora de Imóveis, estás com um olhar matador, fuzilador. A seguinte, tb, mto tu e aquela em k estás vendo se Bruninho tem a barriguinha cheia - risos - , ou será k ele estava com cólicas - risos Não parecia, não, pke o sorriso dele, nos informa de seu estado, que era e é excelente. Bonito e desenxovalhado, o garoto. Bem, depois, pareces a Gigiola Cinquetti - está bem escrito...., com franja, eu acho.

    Excelente e histórica descrição tu fazes de Buenos Aires. Charmosa, de arquitetura semelhante a, c acento, europeia, mto movimentada, gente animada, mas com termos e sempre bem elegante e de fino trato.
    Na varanda do hotel, onde ficaste, estás, tb mto bem e se nota na foto, tua postura e a beleza de teus cabelos, para além do famoso obelisco.
    E o tango... Oh... o tango... Deves ter aproveitado estarem a, c acento, média luz, pra dançarem, enamoradamente.

    Tb do hotel, tu tiveste uma vista soberba, magnífica sobre a Av. Nove de Julho e na Calle Florida, as Galerias Pacífico, que são fantásticas. Eu posso ficar nas Galerias, k tem, c acento, um teto de ficar olhando até gerar torcicolo - risos.

    E aquele edifício, k te disseram ser hotel com um triplex no telhado, achei fora do vulgar, tal como o hotel, que apresentas em baixo e k estava sendo restruturado. Qto ao metro, já bem antigo, achei a entrada dele um pouco acanhada e com pouca luz. será mesmo assim...

    Tu, no autocarro, ónibus pra turista, pareces uma dama real e tiveste oportunidade de veres as coisas e sítios mais emblemáticos, tal como a escultura metálica, k parece uma tulipa, e cuja explicação do mecanismo, adorei saber.
    O Bairro da Recoleta é lindo, fora de série e chique. O monumento a Evita Perón e a Embaixada do Brasil lhe dão mais encanto, ainda. Aquela pracinha com árvores despidas. E tu gostas. Pois, quem gosta de frio, ama arvores e a paisagens desnudas, compreendo.
    A Praça de Maio é linda, desafogada e com aqueles pombinhos todos comendo na mão de quem passa. Sou como tu, tb não gosto de guias, k me levam onde eles querem e explicam coisas chatas. Eu prefiro descobrir por mim, tb. a Casa Rosada tem um aspeto sumptuoso, né, tinha de ser. As fotos, que te fizeram nesta Praça estão excelentes. Estás com 20 anos ou com 21. Eu sabia...

    A Catedral Metropolitana de Buenos Aires, principal Igreja Católica da cidade, é de deslumbrar e se impõe, por si só, tal como o Malba, museu onde viste o túmulo de José de San Martin e obras de arte mto importantes. evidente, k nunca dizes k não a um cafezinho bem tirado e quentinho. Na foto, que te fizeram no museu, não sei, me pareces cansada e devia fazer frio, pke estás vestida com roupas de inverno.

    O Puerto Madero é um bairro bastante moderno e tu o afirmas, tb e com mto interesse. O Caminito, rua museu e com um montão de pessoas e restaurantes, tb é mto interessante. Tb não me agrada mta confusão, qdo passeio, mas valeu teres assistido ao show do tango.
    Esperando o trem, na foto, tb estás mto natural. Através das janelas do trem, pudeste ver os bairros ou o Rio de La Plata. As pessoas tem, c acento, um aspeto desmotivado, o k talvez signifique ir para o trabalho, trabalho, todos os dias.

    San Izidro me parece uma cidade sossegada, com vida calma e a Catedral é bem bonita. As fotos, k fizeste ao galho da árvore com flores brancas e cor-de-rosa estão uma ternurinha.
    A estação fluvial do Tigre, com água sempre castanha, me parece ter mutaaaaaaaaaa água, mto rio,- risos - e portanto, sabes o k senti. De pier e de lancha é k as pessaos se deslocam, como se fosse nosso carro... Não dá pra mim, essa zona, mas dá e muito a Tangueria Esquina Carlos Gardel, k é uma delícia para os sentidos. A acho linda, quente e sensual, mas pra jantar, esses sítios não são dos melhores, não.

    E terminas tua FABULOSA, INFORMATIVA E AGRADABILÍSSIMA POSTAGEM com Astor Piazolla e o Libertango, k adoreiiiiiii. Muitos parabéns pela tua capacidade e pelo teu bom gosto.

    Beijinhos e resto de bom domingo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Céu! Boa noite!

      Acabei de contar para a Ana e agora, vou contar para você. Estou no empenho de fazer caminhadas diárias. Preciso! Ando a viver de maneira sedentária, o que não é bom. Hoje, estou a responder os comentários nas minhas postagens, mas dei uma paradinha para caminhar. Espero não desanimar, até o clima está ajudando, bem fresco e com sol nada forte. Além de caminhar, também me ofereço ao sol, que é muito necessário ao organismo.

      Pois é, esperando o prato pedido e só com um batom cor de boca. Atualmente estou assim, usando pouca maquiagem e gosto! Acho que com a idade, acabamos deixando alguns hábitos, parece que desapegamos do que achávamos importante. Hoje vivo com bem menos do que em outros tempos. Na foto com o Bruninho, eu estou dizendo que ele é meu ahahaha... toda a belezura do Bruno feita por mim ahahaha, portanto, o braço esticado por todo o território que eu fiz. E olhe que acabei de falar de desapegos, mas eu sou uma mãe que não seguro debaixo das asas, tem que ser livre. Mas quando ele era pequeno, eu era uma mãe tipo galinha, não desgrudava do meu filhote. Eu adorei usar franja e quando pequena, usei muito.

      O portenho é muito diferente do brasileiro, que é muito relaxado e de fácil comunicação. Pelo menos em São Paulo, conversamos com uma pessoa na fila do mercado, pela primeira vez, como se já a conhecêssemos há anos. Depois despedimos, desejamos felicidades e cada um para o seu lado, até beijinho damos.

      Buenos Aires tem um clima muito romântico, muito apropriado para namorar. O tango inspira toda esta atmosfera.

      Aqui no Brasil temos Metrô com entradas assim, onde já é a escada rolante que desce para as bilheterias e depois o acesso para o trem, especialmente, as estações mais antigas.

      Adorei a Recoleta e o edifício da embaixada do Brasil. Há praças muito agradáveis, pessoas passeando com cachorros, lendo nos bancos. Gostei muito. Os passeios oferecidos pelos guias, geralmente não levam para conhecer o modo de viver, digo, a cultura. Não acho que vale a pena. Andamos muito de táxi por lá, que na época era bem barato, mas também muito a pé.

      A foto onde estou no Malba, realmente, estava muitíssimo cansada. Nas viagens, eu acordo bem cedo, para aproveitar bem o dia e gosto de caminhar. E acabo sempre dormindo tarde, pois a noite também tem que ser apreciada. Estava eu lá no Malba, já final de tarde, começou a chover, esfriou, tivemos que ir de táxi e já era fim de viagem. Mas um cansaço que eu nada reclamo, fácil de curar... com outra viagem ahaha.

      San Izidro é uma cidadezinha muito agradável, moraria por lá facilmente. Quanto do Delta do Tigre, eu gostaria de viver a experiência de morar assim de uma maneira tão diferente, talvez por um mês, para conhecer e aprender com os habitantes de lá. Gosto de novidades, do diferente, claro que nem tudo, mas a novidade é um alimento que eu preciso. As descobertas me encantam... e Astor Piazzolla me inspira tanto, como gosto de ouvir a sua obra!

      Então, agora que me conheces um pouco mais, deixo um beijinho e o desejo de dias muito, muito felizes.

      Excluir
  25. Glorinha, querida, se encontrares alg. erro, erros ou falta de concordância gramatical, a culpa não é minha, mas de minha mão.

    Beijinho, beijinho e boa semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fique tranquila, tudo que conversamos e sentimos, está muito além de uma escrita correta. O que vale é o sentir, o carinho, a amizade. Mais beijos.

      Excluir
  26. I like to travel with you here in Buenes Aires. Your photos are really lovely and interesting, all of them. And it was very nice to see you, pretty woman.
    Have a happy imps
    Hugd

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Thank you and happy you liked. Hugs and happy days.

      Excluir
  27. Que post extraordinário, Gloria!...
    A sensação que eu tenho, é a de estar viajando com você!... As imagens estão o máximo, e a sua descrição, apresenta um suporte informativo, admirável, para cada uma.
    Hoje fiquei em metade do seu post, sensivelmente... e amanhã virei apreciar o restante... bem como os vídeos.
    Demorei para chegar por aqui... tenho andado menos presente, na Net... finalmente o tempo por aqui melhorou... e por estes dias estou ajeitando tudo, para proceder a algumas pinturas, reparações e arrumações, aqui por casa, ao longo do próximo mês, aos poucos, antes de ir de férias, em Agosto...
    Pois estou adorando, este post esmagador em qualidade, vivências e detalhes incríveis desta sua viagem, Gloria!... que me está dando, tanta coisa a conhecer, deste país que não conheço.
    Estou fascinada com os seus edifícios, avenidas... esculturas... e mistura de estilos como refere, mais patentes numa ou outra imagem...
    Um daqueles posts, para ir apreciando, e reapreciando, ao detalhe...
    Grata por esta partilha maravilhosa!... E agradecendo, pelo facto da sua promessa à Céu, nos permitir, ficar a conhecê-la um pouco melhor...
    Beijinhos! Até amanhã!
    Ana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ando, também, Ana, bem menos presente na net. Especialmente, agora, que pretendo fazer e manter caminhadas diárias. Preciso, estou muito sedentária.
      E que bom que o tempo melhorou por aí, tanto tempo de frio e chuva, também, desanima. Aqui, tivemos dias de muito frio, mas agora está bem melhor.
      Mais uma vez obrigado Ana, beijinhos e até...

      Excluir
  28. Such an array of photos and video! A wonderful part of the world!
    (ツ) from Cottage Country Ontario , ON, Canada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Thanks for visiting and comment Jennifer. Soon I will make you a visit. Kisses.

      Excluir
  29. Olá, Glória
    Vi um comentário seu (aliás, mais do que um...) no blog da amiga Ana Freire, e, pelo nome, d?Amico, suspeitei que seria italiana ou, pelo menos, de origem italiana, E como tenho um muito querido amigo/irmão italiano, a minha simpatia pelos italianos é grande... :))) e então resolvi vir espreitar o seu espaço.
    Confesso que fiquei bastante agradada. Esta postagem é óptima. Não conheço a Argentina, infelizmente. Do Continente americano conheço apenas, mas bastante bem, pois já lá fui seis vezes, os Estados Unidos, mas só. A verdade é que, com um tamanhão daqueles :))) para conhecer tudo demora muito tempo :)))
    Voltando à sua postagem, que é o que interessa, tenho visto muitos PowerPoints sobre a Argentina, que me levam a concluir ser um país de enormes belezas naturais, o que você confirma com esta magnífica reportagem. Para além disso, os usos e costumes são também muito interessantes.
    Gostei dos vídeos e... gostei das fotos, claro!
    Fiz-me sua seguidora. Se quiser visitar-me e (per)seguir-me :))) dar-me-á muito prazer.

    Votos de uma semana muito feliz.
    Beijinhos
    MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que prazer imenso receber-te aqui Mariazita. Sim, tenho origem italiana, o que, pelo blog, já é bem demonstrado.
      Fico agradecida por gostares do meu blog, gosto de cozinhar, de viajar e de belezas da natureza.
      A Argentina é um país belíssimo, me agrada muito. A capital do vinho na América do Sul, está na Argentina, fica na cidade de Mendoza. Outra cidade muito agradável. A Patagônia é outro local incrível, na Argentina.
      Os EUA eu ainda não conheço, pretendo um dia.
      Irei fazer-te uma visita, então. deixo aqui um beijinho!

      Excluir
  30. Excelente post. Uma reportagem perfeita de fotos e texto.
    Gostava muito de visitar a Argentina, quem sabe um dia vou até lá.
    Ficou linda nas fotografias.
    Beijinhos
    Maria

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Maria, olá, boa noite!
      Se tiver a oportunidade de conhecer a Argentina, não a deixe passar. A Patagônia Argentina é magnífica!
      Que bom que gostou e eu fico agradecida, Maria. Um beijinho e ótimo dias.

      Excluir
  31. Deixo o desejo de feliz noite
    à mais Bela Toscana da Blogosfera...Embora já Lusitana ~_``````

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nada mal 'já Lusitana', ora pois, obrigado, beijinhos e boa noite!

      Excluir
  32. Beautiful pictures from your trip!
    Greetings

    ResponderExcluir
  33. Lindas e encantadoras imagens. Estar aqui é o mesmo que viajar por um mundo onde a imaginação se encarrega de revelar aos nossos sentidos o quanto é belo o nosso mundo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado e feliz por gostares do conteúdo, aqui.
      Certamente, o nosso mundo é belíssimo!
      Abraço.

      Excluir
  34. Passando hoje por aqui, e apreciando a segunda parte da sua viagem incrível, Gloria!
    Adorei tudo! As imagens estão uma maravilha, e uma vez mais, o suporte informativo... impecável!!!!
    Amanhã virei espreitar os vídeos!...
    Uma casa numa redoma... nem pensei que fosse possível!... Absolutamente surpreendente!...
    Enfim! Particularidades de um país, que fiquei conhecendo um pouco melhor, graças a você, Gloria!
    Beijos! Meio cansada por estes dias... pois já ando em limpezas e arrumações por aqui... e muito breve em pinturas. Este Inverno extremamente humido foi péssimo, e a casa se ressentiu...
    E tudo isto, com a casa cheia... é obra!... :-D E sempre mais demorado...
    Até amanhã, Gloria! E mais um beijo...
    Ana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ana, minha querida, bom tê-la aqui! Boa noite.
      Como já disse, venha quando quiser, a casa é sua, nossa, dos amigos, tão queridos.
      A casa na redoma, também, me surpreendeu! Nunca vi nada igual! E viajar é assim, tem lá as suas surpresas e novidades.
      Entendo bem, este inverno aqui, está também bem úmido. Até o piso fica molhado, procuro deixar a casa aberta, o quanto posso. Mas o reflexo vem e temos que dar conta, depois.
      Até Ana, um beijinho.

      Excluir
  35. Tudo muito bem contado e deve ter sido uma autêntica viagem,espero que todos vocês se tenham divertido imenso,um enorme beijinho e excelente domingo e excelente semana!!

    ResponderExcluir
  36. Sandra, obrigado pela visita. Bem-vinda!
    Sim, foi mesmo uma viagem genuína e única, apreciei cada instante, o que me deixou com vontade de retornar.
    Fique com um beijinho e os votos de ótima semana.

    ResponderExcluir