domingo, 2 de março de 2014

Polenta Italiana Bramata Bianca





A farinha italiana para Polenta Bramata não é tão refinada, o que confere maior cremosidade, textura aveludada e, principalmente, sabor. E pelo fato de não ser tão refinada, há amido suficiente para esta bela composição! 

O grão do milho para esta polenta é branco e pesquisando, entendi que é o que conhecemos como canjica.

O sabor é muito delicado! Eu gostei tanto que degustei sem molho, só com azeite, além do queijo parmesão ralado na hora, que foi misturado a polenta, assim que terminou o cozimento. 

E por ser tão delicada, eu penso que deve ser excelente combinar esta polenta bianca com um belo ragù de frutos do mar! Madonna mia, claro que qualquer dia farei! 



... deliciosamente KD Lang  ... 




Polenta Italiana Bramata Bianca

Serve muito bem duas pessoas 

150 gramas de farinha italiana para polenta Bramata Bianca
Usei a Moretti: 

Imagem Google Imagens

600 ml de água
1 colher de sopa de azeite
Folhas de um belo ramo de alecrim
3 colheres de sopa cheias de queijo parmesão ralado na hora 
1 colher de sopa de manteiga sem sal
Pimenta do reino para ralar na hora 
Sal grosso

Em uma panela, de preferência de fundo grosso, coloque a água e quando começar a ferver, junte 1 colher de azeite e um pouco de sal. 

Misture e vá derramando a farinha da polenta em forma de chuva e não pare de mexer com um fouet ou colher, para não formar grumos. Continue mexendo, principalmente nesta etapa inicial. 

Após uns 10 minutos mexendo sempre, junte metade das folhas de alecrim e rale um pouco de pimenta. Misture e continue mexendo, agora com mais tranquilidade, mas sem descuidar. A polenta ficará pronta em 40 minutos. 

Concluído o cozimento, desligue a chama do fogão e só depois, junte o parmesão, a manteiga, o que sobrou do alecrim e rale mais um pouco de pimenta. Misture e prove para corrigir o sal. 

Está pronta! 
Deite a polenta numa forma ou disponha no prato e sirva com um belo ragù! 

Como eu quis sentir o sabor da polenta, então degustei com azeite em volta do prato, já que foi temperada com parmesão ralado e alecrim. 



Numa outra oportunidade, eu fiz uma experiência muito saborosa!

Peguei um pouco de funghi secchi e bati na função pulsar do liquidificador, para não moer muito e manter alguns pedaços. Então eu misturei um pouco do funghi secchi moído com a farinha da polenta e segui com a receita acima.

A quantidade de funghi secchi moído foi a olho ... veja a sequência de fotos. E comemos juntamente com um churrasco, fatiada e sem sem molho!





Resumindo: aqui em casa amamos La Bella Polenta! 

Bacione! 




2 comentários:

  1. Passei pra avisar que acaba de entrar o teu céu! Obrigadão!


    Chego aqui e encontro essa bella polenta! Que delícia! Quem não gosta? beijos e aqui somos polenteiros,rs chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aqui também somos polenteiros kkkkkkk! Vou lá ver o céu!
      beijinhos Chica!

      Excluir