quinta-feira, 1 de setembro de 2016

Passeio - Vila Inglesa de Paranapiacaba




A Céu, do blog 'ausentedoceu', faz aniversário neste 2 de setembro. Eu e a querida amiga, temos muitos amigos em comum, na blogosfera. Muitos já conhecem o seu blog, sabem do conteúdo admirável, sublime e cativante, no âmbito erótico do amor apaixonado. Cliquem aqui e desfrutem de uma escrita sublimada e sedutora

Deixo aqui, um mimo para a Céu: flores fotografadas em outro dia de caminhada. Tão delicadas, caiam de um muro de pedras, de uma expressiva altura.

Céu: felicidades, saúde, todos os sonhos realizados, com muitas alegrias, beijinhos e abraços. 





Agora, sugiro que voltemos no tempo, o ano era 1854 e a economia brasileira baseava-se em um único produto: o café.

Que tal degustarmos um 'espresso', bem tirado, cremoso e perfumado, enquanto eu conto um pouco, sobre a história de uma vila inglesa, que foi local de residencia das famílias de trabalhadores da São Paulo Railway Company?

Depois do 'espresso' ou para quem não gosta de café, há um licor delicioso, o meu adorado Limoncello, que além de delicioso, é refrescante! Fiquem à vontade, por favor.


Naquela época, o café precisava ser transportado até o porto de Santos, pois os navios atracados, esperavam pelas sacas. Então, por iniciativa do Barão de Mauá (1813/1889 - comerciante, armador, industrial e banqueiro brasileiro), imigrantes ingleses chegavam ao Brasil, encaminhados pela companhia inglesa de trem/comboio, a São Paulo Railway. Em 1860, as obras para a construção da primeira estrada ferroviária paulista, foram iniciadas. A meta era conceder a ligação dos principais produtores de café, estabelecidos no interior do estado de São Paulo, ao porto, na cidade de Santos. Passageiros, também, eram transportados. Muitos gastos, tempo e tecnologia da época, foram necessários para construir a linha ferroviária, com 139 km, em grande desnível, entre o planalto paulistano e a baixada santista.

E no topo da Serra do Mar, a 796 metros de altitude, começava então, um acampamento para os imigrantes ingleses, (todos funcionários: administrativos, técnicos e operários), que trabalhavam, então, na construção da linha ferroviária, com destino ao porto de Santos. Operários brasileiros e outros imigrantes, também, trabalhavam na construção da ferrovia.

A São Paulo Railway inaugurou a ferrovia em 1 de janeiro de 1867. Em 1874, foi inaugurada a Estação do Alto da Serra e o acampamento, passou a povoado e, mais tarde, distrito de Paranapiacaba, pertencente a cidade de Santo André.

Paranapiacaba era uma vila de comando inglês, aonde funcionava o centro operacional da São Paulo Railway. Os funcionários e engenheiros da companhia inglesa, com suas famílias, lá viviam, trabalhavam, faziam as suas compras, casavam, filhos nasciam e estudavam na escola local e havia lazer e cultura no Clube União Lyra Serrano, como bailes de máscaras, óperas, exibições de filmes, peças de teatro e jogos de futebol.

O nome Paranapiacaba tem origem tupi (uma das principais tribos indígenas do Brasil), que significa "lugar de onde se vê o mar", através da junção de paranã (mar), epîak (ver) e aba (lugar). By Wikipédia. 

Estive algumas vezes em Paranapiacaba, especialmente no inverno. A vila é um local muito sossegado. Casas em estilo inglês, construídas com pinho de riga, madeira originária do leste europeu, enfeitam as ruas. O fog, uma forte neblina, como a que se sabe em Londres, está presente por toda vila e faz lembrar mais ainda a atmosfera inglesa.

Pode-se chegar a Paranapiacaba de carro ou de trem. Nunca fui de trem, mas soube que é bem tranquila a viagem, que sai da Estação da Luz, na cidade de São Paulo, com destino a Paranapiacaba. O trajeto tem 48 km, com duração aproximada de 1h30m. Como o passeio é turístico, a velocidade é reduzida, permitindo assim, a contemplação da paisagem.

Cheguei em Paranapiacaba, antes das 12 horas, era início do inverno. Esta era a paisagem do dia, vejam na foto. E o fog já dava o ar da sua graça:


Do estacionamento, caminhamos até uma passarela, para chegar na vila, na parte baixa:


Eis a passarela, com parte das linhas ferroviárias desativadas e lamentavelmente, sem nenhuma manutenção. Tudo em perfeito abandono, esquecido no tempo, enferrujado e corroído. Um dos locais mais abandonados e esquecidos, que já conheci. O que há de interessante e histórico neste local, é uma riqueza! Igualmente, há de desprezo pelas autoridades governamentais. Literalmente, uma vergonha!


E mesmo assim, a vila é bela:


Na foto que segue, estou atravessando a passarela e logo acima, na colina, podemos avistar uma grande e vistosa casa:


Essa casa ou Castelinho, como também é chamada, era a residência do engenheiro-chefe, função do responsável por todo o funcionamento da linha ferroviária, bem como, pelos funcionários, familiares e pela vila inglesa.

A majestosa localização do Castelinho, permitia ao engenheiro-chefe, não apenas uma vista privilegiada, mas também, o controle de tudo o que acontecia na vila. 

Na primeira vez que visitei a vila, fui ao Castelinho, o ingresso foi fácil e rápido, não havia fila. Conheci o casarão integralmente e pelo interior, é de chamar a atenção, a quantidade de janelas. Certamente, tantas janelas, tinha o objetivo de facilitar a fiscalização, da vila, pelo engenheiro-chefe. Lembro de ouvir histórias do guia do Castelinho, sobre a demissão imediata, de funcionários solteiros que estivessem próximos das residências de funcionários casados. As habitações eram separadas para funcionários casados, para os solteiros e, também, havia uma classificação hierarquizada de residências.

No Castelinho, há uma lareira em cada cômodo. Imaginem o frio, lá em cima!

Na foto que segue, o local aonde funcionavam as oficinas da São Paulo Railway. Vê-se o abandono, a falta de cuidado, uma pena!


São muitas as histórias de assombração em Paranapiacaba, tais como, sobre um trem fantasma, gritos de almas penadas pelos trilhos ou sobre uma senhora que dança nas noites, no clube da vila. A própria neblina, eu penso, deve ser a inspiração para essas histórias, pois há mesmo um ar misterioso, por entre as brumas.

Anualmente, em Paranapiacaba, acontece a Convenção de Magos e Bruxas, Encontro de Ufólogos e o Festival de Inverno, atraindo muitos turistas. O local é bastante místico.

A seguir, um casa típica dos funcionários da companhia inglesa. Talvez, casas geminadas. 

A maioria das casas, atualmente, é habitada por locais, descendentes dos funcionários ou pessoas que apreciam viver na vila.


Passeei e almocei na vila e antes do regresso, fui a uma casa de chá. Conversei com a proprietária, que disse morar na vila por opção, atraída pelo sossego e pelo fato da vila ser bem pequena. Disse, também, que os moradores são tranquilos e voltados para a vida em família ou moram só. O sossego permanece durante na semana, pois nos finais de semana, a vila é agitada, por conta dos turistas. Mas não há expressiva reclamação, pelos moradores, da agitação, pois o turismo, atualmente, é a única fonte de renda da vila.


O fog, em determinada hora, já tomava conta totalmente da vila.



Sede do antigo mercado, construído em 1899, abrigava um empório de secos e molhados. Permaneceu muito tempo fechado, já foi uma lanchonete e agora, restaurado, funciona como centro cultural durante o Festival de Inverno. Esta edificação, está muito bem conservada.


Interessante que o fog, em Paranapiacaba, aparecia e desaparecia e nada tinha de assombrado e, sim, uma beleza particular. Quando aparecia, trazia junto gotas de fina chuva, que eram espalhadas e não eram constantes. 

Percebi, que alguns moradores, mesmo com um clima úmido e gelado, usavam apenas uma camiseta de tecido fino e sem mangas. Vi um homem lavando o carro, sem camisa, como se estivesse em pleno verão. Claro, perfeitamente acostumado ao clima local.

Permanecemos, eu e o maridex, o dia todo, bem agasalhados.


Conhecemos uma casa em exposição, típica da época, era habitada por funcionários solteiros:


A casa é bem pequena, cômodos bem apertados, mas tem dois fogões a lenha, em cômodos separados, creio que para aquecer água, porque naquele tempo sem um chuveirinho quente... madonna mia!

No outro fogão a lenha, uma batedeira bem vecchia ahaha...


Vila inglesa com uma avenida de nome nada inglês:


Plantinhas vivem nos telhados de uma casa, que parecia esquecida no tempo:


Ao fundo, vê-se a torre com um relógio em estilo inglês, inspirado no Big Ben e fabricado em Londres:



Final do dia, na casa de chá, para aquecer. Acompanhou uma fatia de bolo. Eu fiz uma brincadeira, enrolando o meu cachecol na cabeça:



Aqui, a Casa de Chá, na avenida Fox - foto capturada no google.maps:


Chegando ao fim do passeio, a placa indica a sahida, a maneira antiga:


Panorâmica da Vila de Paranapiacaba - foto by Companhia Paulista de Trens Metropolitanos:


Amigos meus, por estes dias, estou a correr com trabalhos extras, no campo profissional. Os últimos dias estão assim. Mas breve, estarei presente em cada blog, a contemplar e sentir cada um de vocês, como de costume, o que me dá imenso prazer. 

O marido, ainda, apresentou uma leve inflamação em um dos pés e tornozelo, que desde hoje, melhorou muito. Fiquei muito preocupada, mas agora, está sob controle. Aos poucos, tudo está a caminho da normalidade. 

Beijocas a todos, com dias felizes! 






131 comentários:

  1. What a wonderful tour this post is. I love the fog photos, fog adds an interesting dimension to an image. I like it. Have a good week and I hope your husband continues to improve.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também gotos de imagens com nevoeiro, Bill.
      Obrigado, tenha uma ótima semana e abraço.

      Excluir
  2. Um belo passeio e gostei de ver as fotografias foi pena o dia não estar melhor.
    Um abraço e bom fim de semana.
    Andarilhar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Francisco, Paranapiacaba é sempre assim, os dias são nublados e frios. Não sei como serão, no verão, talvez um pouco melhor.
      Um abraço, amigo!

      Excluir
  3. Que linda homenagem à Céu ,pra quem desejo felicidades, muitas alegrias!

    E quanto à viagem, foi ótimo te acompanhar! Fitos lindas, recordações maravilhosas, história , passado, tudo tão bem contado aqui! E quanto ao cafezinho, aceitei e é ótimo.Só não tomei o limoncello pois estamos em período sem nada de álcool por aqui. Mas temos esse licor guardadinho no freezer. è um delírio!

    Ótimo e lindo fds! beijos, chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se me permite, Glorinha, minha querida amiga, eu "vou meter a foice em seara alheia"!

      Obrigada Chica pelas suas palavras, sempre gentis e pelos seus votos.

      Beijos com carinho.

      Excluir
    2. Chica, querida, salute com um cafezinho, então!
      Fique a vontade querida Céu.
      Beijinhos para a Céu e Chica.

      Excluir
  4. NÃO TENHO PALAVRAS, GLORINHA, QUERIDA!

    APENAS UMA: MUITOOOOOOOOOOOOOOO OBRIGADA!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O prazer é todo meu, celebremos, querida. Beijocas!

      Excluir
  5. Olá querida,que flor linda,parabéns a tua amiga!
    Amei viajar no tempo contigo.Quem não ama um bom café?
    Uma pena uma vila que foi tão importante para o Brasil
    não ter tido seus patrimônios conservados .Deveria ser uma vila bem cuidada,com um bom jardim ,para visitas de estudos.As crianças quando estiverem
    à estudar a hitória do Brasil,em especial a era do cafesal,iriam adorar fazer uma visita.Feliz final de semana querida,beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Patrícia!

      Muito agradeço seus votos. Mto obrigada! Beijinhos.

      Excluir
    2. Patrícia, muito bem lembrado, sobre os estudos das crianças, precisava mesmo ser uma vila conservada. tem toda razão!
      Um beijinho para a Patrícia e mais um para a Céu!

      Excluir
  6. Hoje passando já meio fora de horas, só para deixar um beijo, e os meus votos de um óptimo fim de semana!
    Ainda estarei aqui pela Ericeira mais umas semanas... e como tenho algumas limitações de Net, por aqui... as visitas aos blogues, serão feitas à medida que a Net vai permitindo...
    Virei agora por estes dias, apreciar estas suas últimas postagens, Gloria, que ainda não tive ocasião, de o fazer...
    Beijinhos, Gloria! Bom fim de semana, para vocês!
    Ana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ana, mais uma vez, ótima continuação de férias, para você e família. Espero que sua mãe esteja bem, aproveitando os dias quentes, bem como, o seu marido.
      Um beijo e saudades.

      Excluir
  7. Oi Maria Gloria,
    Nasci e morei até os 19 anos em Ribeirão Pires, apesar de ser uma cidade próxima só fui à Paranapiacaba uma vez.
    A neblina conheço bem, já que é muito comum em Ribeirão e como lá ainda moram meus irmãos, to sempre dando de cara com ela.
    Que bom seu marido está melhor.
    Desejo um ótimo fim de semana,
    Bjs
    Sônia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Sônia, boa tarde!
      Conheço Ribeirão Pires. Meu pai adorava pescar e por lá, talvez um pouco mais para frente, andou muito.
      Obrigado querida, um beijo e dias felizes.

      Excluir
  8. Witaj Glorio!
    Rozmarzyłam się czytając Twój wspaniały post i oglądając przepiękne zdjęcia.
    A gdy zobaczyłam, hen daleko od kraju, bardzo znane polskie nazwisko - Rymkiewicz byłam szczęśliwa, że Polacy wędrują prawie na koniec świata.
    Glorio, dzięki Tobie mogę poznać miejsca, których nigdy w swoim życiu nie zobaczę.
    Szczęśliwego weekendu.
    Pocałunki i pozdrowienia.
    Lucja

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um prazer ter você aqui Lucja! Boa tarde!
      O mundo, muitas vezes, parece pequeno. Podemos encontrar nossas raízes em tantos lugares.
      Um beijo querida e dias felizes.

      Excluir
  9. que passeio gostoso....Sempre quis conhecer essa Vila, essas brumas são mesmo misteriosas, imagino o frio que deve fazer lá. Espero que esteja tudo bem com você e que o marido tenha melhorado.
    Grande abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Cris, boa tarde!
      Sim, estamos bem, obrigado. Foram dias um pouco corridos com o trabalho, algum desconforto, mas tudo está normalizado, graças _/|\_
      Eu gosto de brumas, deste clima misterioso, acho a vila bonita. Um passeio que vale a pena.
      Um beijo querida, dias felizes.

      Excluir
  10. Obrigada pela viagem e pela lição de história!
    http://araparigadoautocarro.blogs.sapo.pt/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um prazer, feliz em receber-te aqui, um beijo e dias felizes.

      Excluir
  11. É sempre uma delícia viajar com você, através das suas foto-reportagens!
    Um beijo grande Anam Cara!😘
    E outro para sua amiga Céu, aniversariante!🎉

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Astrid, o prazer é todo meu, com você!
      Beijos Anam Cara!

      Excluir
  12. Boa tarde, venho atrasado(como sempre) mas venho com sinceridade desejar-lhe muito parabéns e muita felicidade para sempre.
    Resto de boa semana,
    AG

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado caro Antonio, um beijo, com dias felizes.

      Excluir
  13. Pra mim, pode ser um cha!? Hum, de camomila, me agrada. Mto obrigada!

    Glorinha, minha amiga!

    Tudo bem, por aí? Marido já quase recuperado e tu um pouco atarefada, por motivos profissionais. Aqui, tudo normal e em paz.

    O café, tal como o chá têm uma História fantástica e interessante, resultando dela situações económicas e sociais, k, de outro jeito, não aconteceriam. A importância que esses produtos tiveram numa determinada região, deu vida ao lugar, que, infelizmente e faz tempo, pke o mundo é mudança, perdeu a importância k teve, que tinha. Aconteceu o mesmo com as minas e não sei se as "tuas" Minas Gerais, não terão tido um período dourado e depois, a quebra.

    Não entendo, k após feitas as descolonizações, umas de uma forma mais correta, outras menos, a Inglaterra, k tem com Portugal a mais velha aliança do mundo, continue AINDA a ter uns espacinhos por esse mundo fora. Gibraltar, que conheço, é b bem a prova do k acabo de dizer. Afinal a Senhora Margareth Tatcher (estará bem escrito? Duvido!) deixou o poder e até já faleceu, e as coisas não mudaram nada, nadinha, nesse aspeto, mas noutros mudaram pra pior, em minha opinião.

    Interessante a descrição k tu fazes da vila de Paranapiacaba, k, graças à tua explicação, fiquei sabendo o significado do nome dela. Tudo tem sua beleza e quem lá nasceu e ainda vive lá se acostumou ao frio e àquele fog, k pra mim, não daria, mas em Inglaterra e como tu dizes no post, há quase sempre aquela neblina, k parece atrair mta gente, sobretudo jovens europeus k têm ido pra lá aos montões. Talvez com o Brexit, a situação mude.
    Sempre me habituei a ver os ingleses como gentlemen and with their umbrellas, mas não gostaria de viver nesse país, pke adoro luz e a chuva não me agrada lá mto.

    A vila está bem degradada, mas entre uma coisa e outra, se encontra alguma beleza. O Castelinho é uma raridade e deve ser conservado. As entidades competentes devem, têm o dever de zelar pelo Património Histórico.

    As fotos estão mto bem, tal como tu, qdo te passeias de costas ou fizeste aquela brincadeira com o cachecol. Pareces uma menina de 20 anos. Estás mega natural, de sorriso lindo, guapíssima e mto engraçada.

    QUERO, DE NOVO, AGRADECER TEU MAGNÂMIMO GESTO, QUE NUNCA ESQUECEREI. AGRADEÇO, TB, A FLOR, K PARECE QUE APARECEU NA BEIRA DO CAMINHO E SURGIU DO NADA, ERA PARA MIM, PORTANTO, TINHA QUE SER ALGO MÁGICO E ATÉ MÍTICO.
    MTO OBRIGADA, QUERIDA GLÓRIA!

    Keep Calm ando kisses for you, my dear.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não há o que agradecer, minha querida Céu!
      Eu estava caminhado e dei de frente, batendo a minha testa, estas flores, em penca. Lembrei logo de tu, que já pensava em dar flores, aqui no meu blog, por conta do aniversário.
      Quanto ao fog, de fato, poucas pessoas apreciam. A maioria não gosta. Muitos, jamais iriam a Paranapiacaba. Eu gosto, tu já sabes bem, como eu bem sei, que tu não gostas ahaha.
      Deixo-te mais um beijo, bella!

      Excluir
    2. Tens toda a razão! Como a gente se conhece bem, Glorinha! Por vezes, há irmãs, que não se conhecem tão bem, qto nós. Acho, ou melhor, sei k somos ambas um "livro aberto" e que somos frontais com elegância. Aqui, pra nós, que ninguém nos ouve, eu, por vezes, esqueço um tiquinho a sinceridade, a tal elegância e digo, p exemplo: meu pai era mais bonito que minha mãe e era, sem dúvida alguma.

      Com o tempo, talvez, aprenda!

      Beijinhos.

      Excluir
  14. Retificando: AND.

    Tudo de bom e boa semana!

    ResponderExcluir
  15. Maria Glória obrigado por este lindo passeio a Paranapiacaba, um local lindo e tranquilo que parece ter parado no tempo.
    As melhoras do seu marido.
    Beijinhos
    Maria

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Maria, ele está melhor, graças!
      Um beijo, querida!

      Excluir
  16. Um post formidável, Gloria! E que tão bem nos deu a conhecer esta Vila... com uma história tão bonita... e que parece ter ficado esquecida no tempo, por parte das entidades governamentais... que bem poderiam conservá-la bem melhor... dado que até é bastante procurada por turistas...
    Adorei as imagens, que tantos detalhes encantadores nos mostraram, e um suporte informativo notável, que nos deu a conhecer tão bem a sua história!...
    Deixo um beijinho! Esperando que tudo por aí já esteja normalizado... eu ainda por aqui estarei na Ericeira, mais um tempinho... a minha mãe não suporta o calor do Verão... e aqui respira bem melhor... por ser um local bastante fresco... único inconveniente... ter condicionalismos no uso da Net... passando por aqui, hoje... mas deverei estar sem Net, nos próximos dias... espero que depois consiga tê-la de volta... o que já é da praxe ser problemático... esperemos que desta vez, aconteça uma excepção... :-D
    Beijinhos! Bom fim de semana, para todos aí! E melhoras rápidas do maridex... :-)
    Tudo de bom!
    Ana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ana, olá!
      Eu, como sua mãe, também preciso, no verão, de um local mais fresquito. Sinto, igualmente, falta de ar. As noites, no verão, são difíceis.
      Continue com férias excelentes, querida, um beijo!

      Excluir
  17. Mais um post brilhante, com paisagens que nos ensinam e se trabnsformam em cultura geral. penso por vezes que também eu estou envolvida na viagem, na paisagem...
    Muito bem!
    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ana, olá, boa tarde!
      Com todo o meu prazer, fico feliz em ter-te envolvida nesta viagem e em todas que aqui, estão relatadas.
      Um beijinho querida, com dias felizes.

      Excluir
  18. Always nice to visit your blog !!
    Beautiful photos !!
    Greetings

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Ela, o mesmo ocorre comigo, em seu blog, com fotos encantadoras.
      Um beijo, com dias felizes.

      Excluir
  19. Oi Glória, lindas flores para a aniversariante! Depois vou lá conhecer a Céu
    um cafezinho delicioso e um licor mais ainda!
    me acompanharam nesse passeio a Paranapiacaba
    Não conhecia. Sou de São Paulo, mas estamos longe há tanto tempo!
    Lugar encantador! e com a sua descrição e alegria , tive curiosidade
    em conhecer. Quem sabe um dia!
    Gostei de tudo, principalmente da sua vasta cabeleira e a brincadeira com o cachecol
    Você é divertida !
    beijinhos, espero que seu marido tenha melhorado para acompanha-la em mais viagens assim


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sabe, também acho você, Zizi, muito divertida. Adoro ler suas linhas, pois o que aprecio, é o seu modo de ver, de contar. Tens muito de contadora de histórias, de um jeito diferente, que tem a simplicidade e clareza suficientes para fazer-me voar, entrar na história, esquecendo de todo o resto. É mesmo assim, envolvente.
      Logo mais, falaremos no teu canto, beijocas.

      Excluir
  20. Boa noite querida Maria Gloria! Por aqui sempre se leem boas histórias, de tudo um pouco, sempre muito cativantemente contadas...tantos lugares há nesse mundão, tanta coisa pra se ver, e é muito bom ver assim, pelos seus olhos, que analisam carinhosamente as coisas, inclusive as que ninguém olha.
    Ironia essa, a de uma vila que vive do turismo e se vê desleixada desta maneira. Paradoxos desse imenso país que teima em não descobrir sua própria riqueza material e humana.
    Mas esse lugar lembra muito o sul do Brasil, as cidadezinhas de imigrantes alemães e italianos, inclusive no clima. Algumas já são grandes na fama, como Gramado, mas continuam com o ar de pequenas vilas de antigamente. Isso para mim é um ponto positivo, pois cidades que "incham" sem uma infraestrutura adequada podem se tornar bem piores que as enferrujadas ferrovias paulistas.
    Fico imaginando o pesado trabalho que as pessoas tiveram naqueles idos anos, em que a tecnologia era tão incipiente...com que cansaço deviam voltar para casa os trabalhadores que desbravaram aqueles morros. Que descansem todos em paz, onde quer que estejam.
    Desejo que seu marido tenha melhorado...um carinhoso abraço, e obrigado imenso pela sua visita sempre afetuosa!
    Bíndi & Ghost

    ResponderExcluir
  21. Bíndi & Ghost, olá!
    Obrigado, fico imensamente feliz que gostaram.
    O Brasil é assim, infelizmente! Pouco se preserva de história. Paranapiacaba é tão charmosa, que fico triste, cada vez que lá vou, e vejo o abandono. Também não gosto de locais com muitas pessoas, gosto de ar de vila, acho tranquilo, desacelerado, escuta-se até os passarinhos.
    Sabe que ainda não conheço Gramado? Tenho imensa vontade de conhecer.
    Pois devem mesmo ter trabalha muito e em clima muito frio. Imaginem!
    Uma beijoca aos dois queridos, dias felizes.

    ResponderExcluir
  22. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  23. Bom dia amiga Maria Gloria! gostei de conhecer essa cidadezinha histórica!
    até fui ver a historia do barão de Mauá (Irineu Evangelista de Sousa)

    e apanhei esta parte que achei muito interessante e com lições de vida :))
    "
    Em 1875, Irineu sofreu um duro golpe, amargou a falência do Banco Mauá, em vista disso ele foi obrigado a vender a maior parte de suas empresas a capitalistas do exterior.
    Encontrava-se então doente, era portador de diabetes, porém só sossegou quando finalmente conseguiu liquidar todas as suas contas

    De cabeça erguida, viu encerrada a sua vida de grande empreendedor, nobremente se retirou da vida de industrial e terminou seus dias sem nenhum patrimônio, mas com algo que valia mais que qualquer bem material, dignidade e fidelidade às suas convicções.""

    vejo muitas cidades antigas do Brasil a serem restauradas, poderá ser que um dia esta apareça vestida de beleza !!!
    feliz dia para ti
    Angela

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Angela, boa tarde!
      Não havia lido esta história, que aqui postou, sobre o barão de Mauá. E achei muito interessante. Realmente um homem de valor, assim, em terminar seus dias com a cabeça erguida e tudo quitado. Acho louvável.
      Beijocas querida.

      Excluir
  24. Obrigado minha amiga pela visita e comentários que deixou no meu blogue.
    Um abraço e continuação de uma boa semana.
    Andarilhar

    ResponderExcluir
  25. Boa tarde Glória
    Obrigada pelas visitas e comentários carinhosos.
    Tão bom poder pegar carona nas suas viagens e conhecer um pouco de cada cidade,através da sua descrição.
    Beijos

    ResponderExcluir
  26. Estou em trajectória de curva que espero termine daqui a umas semanas. Por isso a minha irregularidade por estas bandas.
    Assim se recorda a História com a história de cada um.
    A Maria Glória veio dar glória à esquecida Vila que tem um nome curioso.
    Uma bela reportagem bem documentada com imagens interessantes. Os ingleses construiram caminhos de ferro em todo o mundo, muitos deles operados por companhias inglesas.

    Parabéns.

    ResponderExcluir
  27. OI GLÓRIA!
    UM LUGAR COM TANTA HISTÓRIA E TÃO ABANDONADO PELAS AUTORIDADES, HÁ MOMENTOS EM QUE FICA DIFÍCIL ENTENDERMOS.
    MAS, ADOREI AS FOTOS E TEU TEXTO EXPLICATIVO FAZENDO COM QUE CONHEÇAMOS O LUGAR VIRTUALMENTE E COM VONTADE DE CONHECÊ-LO NO REAL.
    ABRÇS

    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, Zilani é um local muito interessante, diferente, um passeio agradável, com muita história.
      Um beijo querida.

      Excluir
  28. Gostei muito do post, transporta-nos para aquela bela vila

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É bem bacana este local, vale o passeio!
      Um beijinho.

      Excluir
  29. Boa tarde Maria da Glória,
    Muito obrigada pela sua visita e comentários nos meus blogues.
    Parabéns para a Céu e pela linda homenagem que aqui efectuou.

    Sobre a sua viagem é de uma enorme riqueza a todos os níveis.
    A história, os locais, o nevoeiro, tudo me deixou encantada!
    Obrigada por partilhar.
    Um beijinho e bom fim de semana.
    Ailime

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ailime, boa tarde!
      Sim, o local é bem diferente e encantador.
      Beijinhos.

      Excluir
  30. Oi Maria adorei saber da história não conhecia a fundo.
    Gostei de ver o fogão, só achei as casas um pouco atiradinhas;
    Claro que as autoridades competentes tem culpa mas já que vivem do
    turismo cada um podia fazer a sua parte.
    Mas entendo que isso é um pouco cultural. Em todos os estado são assim,
    dependendo do que ocorreu e tipo de colonização é o indicador do lugar.
    As vezes nos deparamos com cidadezinhas lindíssimas e ao lado tudo jogado.

    Gostei do seu enlace com as flores de maio; por aqui quem cuida dessas flores é
    meu marido k. Em se tratando de flores ele fica só com a parte fácil. Ele
    cuida das flores do apê da cidade k. Na realidade eu é que cuido de tudo mesmo... ele só da
    água k.
    Melhoras para seu marido.
    E uma boa continuação de mês.
    janicce.



    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Janicce, boa tarde.
      Sim, concordo, as casas poderiam ser cuidadas pelos moradores. Mas, também, quanto a fachada das casas, não sei bem se podem mexer, pode ser que não.
      As flores de Maio me encantam. O maridex já está bem, obrigado.
      Beijocas, querida.

      Excluir
  31. Interesante y detallada la buena infornación que nos dejas. Mª Gloria.
    Ese abandono está por todos sitios. Aquí en Béjar el ferrocarril dejó de funcionar en 1984 y la estación está completamente abandonada, y cada día en peor estado. Las autoridades se pasan el problena unos a otros y nadie hace nada.
    Me encantan las fotos con niebla tienen su misterio��
    Me alegra que tu marido siga bien del pie.
    Estupendo post!!!
    Buen fin de semana amiga ��
    Besos.

    ResponderExcluir
  32. What a lovely area and I like all the mist shots!

    ResponderExcluir
  33. ·.♪♫╮
    Belo passeio. Excelente foto reportagem!
    Bom domingo! Boa semana!
    ♪♫╮✿ه° ·.

    ResponderExcluir
  34. e que belo passeio!
    as fotos e a reportagem assim o demonstram.
    boa semana.
    beijo grande
    :)

    ResponderExcluir
  35. Querida, obrigada pelo carinho! Feliz semana, beijinhos

    ResponderExcluir
  36. Olá Maria
    Parabéns á amiga pelo niver de blog, e muito sucesso á vcs,
    quantos lugares legais, muito bom um licorzinho para curtir o passeio.
    Bjs

    http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  37. Dearest Maria Gloria,
    Lovely photos and insights into a world from a more peaceful setting.
    Without too much of the hectic we find nowadays.
    Tranquility of the rural areas is a bonus.
    Sending you hugs,
    Mariette

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mariette, hello!
      Sim, a tranquilidade é necessária nos dias de hoje, embora, por vezes, precisamos da estrutura das cidades grandes.
      Beijos querida.

      Excluir
  38. Glorinha, não achas k a blogosfera anda um tanto(ão) lenta, meio parada, incluindo eu k já escrevi alguns versos de um poema, ah, mas no dia seguinte, li, de novo, e achei horribilis (isto dever ser latim de trazer por casa - risos).

    Por aqui, ainda há gente de férias, outras desfazendo e arrumando malas e maletas das férias, k já terminaram, ah, e o Facebook k faz as delícias de mtos, os afastando assim dos blogs, k considero vias de transmissão de diversas ideias e saberes, mas cada um tem suas preferências.

    Agradeço sua visita e votos.

    Boa semana tb para ti, e amanhã já é 4ª feira. Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que ainda a blogosfera está um pouco paradinha. Mas, voltando aos poucos.
      Adorei o seu latim, assim é a minha amiga, diversa, interessante e inteligente! Brava!
      Beijus (latim) rsrs...

      Excluir
  39. A beautiful trip! I enjoyed it! Small towns have such problems.
    (ツ) from Cottage Country Ontario , ON, Canada!

    ResponderExcluir
  40. Ahh, que delícia encontrar Paranapiacaba aqui em suas linhas, minha querida! Adoro essa vilazinha e já perdi a conta de quantas vezes passeei por suas vielas e casinhas de madeira. Acho que de todas as festas que participei, a que mais me impressionou foi a Convenção das Bruxas, que acontece à noite ao som de músicas e sob a luz de velas. Eu, que não conhecia nada desses rituais, fiquei um pouco receosa no começo, mas depois vi que o clima era de confraternização e harmonia. Também gosto do Festival de Cambuci, que é quando vou à cidade pra comer bolos e doces de cambuci, assim como o suco, que eu adoro! Nham, nham... só de lembrar já sinto água na boca! rsrs
    Um bom fim de semana pra você e os seus!
    Um beijinho,
    Ana Christ

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade Ana, muitas pessoas ficam receosas, mas, depois, percebem que é uma grande e amorosa confraternização.
      Sobre o cambuci, só provei a cachaça. Achei diferente. Agora, depois de falar com você, preciso provar o suco.
      Beijos querida.

      Excluir
  41. Olá, Glorinha
    Ora então sentemo-nos e apreciemos esse belo café - para mim podem ser os dois, adoro Limoncello! (Não contes a ninguém, mas eu e a minha filhota... de vez em quando damos a facadinha na dieta e vai de Limoncello!)
    Adorei esta tua postagem. Porque gosto imenso de locais "com História" e passear por eles acompanhada por uma guia como tu... fico rendida.
    Foi mesmo muito bom visitar esses lugares - porque eu senti-me mesmo a visitá-los - o que me fez lembrar a Escócia, onde o célebre "fog" londrino também se faz sentir. Eu gosto de ver paisagens com nevoeiro. (tem graça que eu escrevi um conto que se passa no meio do nevoeiro; publiquei-o faz tempo...)
    Quero agradecer-te o comentário no meu blog, de que gostei imenso.

    Vamo-nos vendo por aí... :)
    Bom Fim-de-semana
    Beijinhos
    MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Salute querida Mariazita, vamos de limoncello que é delicioso, especialmente, no calor que está fazendo hoje. E o verão ainda nem chegou.
      Beijos amore.

      Excluir
  42. Olá, querida Glorinha!

    Espero k estejam todos bem, embora a Primavera já tenha chegado ao HS, todavia os dias e sobretudos as noites devem ser ainda um pouco fresquinhas, o k para ti é bom.

    Nossa! Depois dos 40 começamos a ter falta de tudo e a vista é fundamental. Uso óculos só para perto, por enqto, mas não sei daqui a uns tempos o k me espera. Os de sol, tb, mandei graduar. Eu acho que os óculos te ficam bem no rosto e então com os de aros castanhos, ficas bella.

    Já comecei a escrever algumas frases, que talvez possam dar poema, mas ando assoberbada de trabalho e a inspiração se sente. Talvez em Outubro, 2ª ou 3ª semana, eu consiga ter tudo pronto. E depois a escolha do vídeo k tenha a ver com o poema, me dá tanto trabalho!

    Te desejo uma boa semana.

    Beijos e tudo de bom!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu comecei usando só para perto e agora, uso óculos constantemente. Mas tudo bem, já acostumei.
      Imagino que deve mesmo dar trabalho, todas as combinações, ainda mais para tu, amiga, que gosta de tudo bem feito, isso eu sei. Como eu, mas tu é mais, eu ainda sou pra lá um pouco largadinha rsrsrs... mas 'vamos que vamos'. Beijocas.

      Excluir
  43. Já cá estou. Não te dou "descanso", Glorinha - risos! Estive "hablando" con uma amiga espanhola, que já não postava há cerca de 3 meses e depois li as tuas palavras, que me sabem sempre bem.

    Estás bem? E teus amores, grandes e pequenos, em altura, claro? Aqui, tudo normal.

    Andamos todos ou quase numa corridinha e um tanto atrasados, mas com o tempo pomos tudo no sítio. Eu, não estou atrasada em agradecimentos em relação aos meus amigos leitores e comentadores, bem pelo contrário, mas eu compreendo k as pessoas têm vida profissional e familiar e a blogosfera deve ficar para 2º plano.

    Vês? A habituação aos novos óculos é uma questão de tempo. Agora, te sentes bem e confortável e isso é o mais importante. Sabes k eu por volta dos 30 anos e pke trabalhava em duas empresas, sentia a vista mto cansada e então o médico oftalmologista me receitou óculos com lentes progressivas. Os usei e me adaptei, lindamente a eles, só k depois, comecei a melhorar e deixei de os usar. Agora, uso só pra perto, como te disse.

    Não sei, não sei se ficará assim tudo tão satisfatório: escrito e vídeo. Vou tentar dar o meu melhor e agradar, tanto qto possível. Vamos ver!

    Beijinhos e dias felizes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sabe querida Céu, as vezes ajuntam-se tantos afazeres, saídas, passeios, arrumações e ainda o maridex resolveu fazer uma reforma na cozinha. Então, como tu já sabes, 'pirei na batatinha'. Mas agora, estou atualizando tudo e sei que, vai ficar bem.
      Um abraço amoreca :) e muitos beijos.

      Excluir
  44. Glorinha querida, obrigada, muito, muito obrigada de novo!
    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não precisa agradecer amiga, receba meus beijinhos, pelo vento, pela brisa!

      Excluir
  45. Boa notie, querida amiga Maria da Glória!
    Faz tempo que não visito seu lindo blog... saudade de passar por aqui...
    Hoje, marquei um passeio pelo circuito do café... vai ser lindo mas só em início de 2017, se Deus quiser! Estou ansiosa!
    Interessante que chego aqui e vejo uma postagem sobre o tema da conversa do nosso ensaio do coral na tarde de hoje...
    Gosto de lugares frios para passear e fui há pouco num País que o Verão foi terrível mas a água não faltava na garrafinha para nos acompanhar...
    Vc sempre gentil com as amigas... que exemplo a nos dar, parabéns!
    Bjm muito fraterno

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que delícia o passeio pelo circuito do café, imagino ser muito interessante, Rosélia.
      Então, amiga, agora o verão chegou por aqui e eu não aprecio muito, pois não fico bem. Prefiro mesmo as temperaturas mais frias, mas... seguimos...
      Beijos querida.

      Excluir
  46. Que legal, encontrar aqui uma das vilas mais lindinhas e estranhas que conheci, junto com minha família, enquanto mamis era viva!

    Morei muitos anos em Jundiaí, não muito longe daí.

    Descaso total das autoridades para com uma cidade, que teve seus dias de glória! bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Lena, assim acontece e deveria ser mesmo diferente.
      Um beijo querida, dias felizes.

      Excluir
  47. Querida amiga: Acabo de regresar de mis prolongadas vacaciones de verano y no puedo por menos que venir a visitarte para agradecer las cariñosas palabras que, durante mi ausencia, has ido dejando en mi blog. De corazón, te doy las gracias por haberte acordado de mí.
    Conozco a Céu y se hace querer, también ella me comenta y la recuerdo con mucho cariño.
    Tendré que felicitarla por el aniversario de su blog, es todo corazón.
    En cuanto a tu entrada, me encantaría poder tomar contigo un rico café de tu querida tierra.
    Aprovecho para dejarte un fuerte abrazo con mis cariños.
    Kasioles

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kasioles, querida amiga, gracias pelas palavras amáveis. E fico feliz pelo seu regresso.
      Besos e dias felizes.

      Excluir
  48. Acho que chegámos as duas à meta, simultaneamente - risos!

    Oi, boa noite, guapíssima minina!

    Não te vou passar a dor k tenho na cervical, pke seria mta maldade da minha parte. Hoje, ontem, antes de ontem e mais tresontem (não existe. Ok)! tenho escrito bué (mto, em linguagem africana), tanto manualmente, qto no PC, portanto, tou (verbo tar. É novo na gramática. Sabia)? k nem posso! Apesar disso, estou, como sempre, de humor constante, aliás, nem qdo as coisas me correm como ventos contrários, meu humor se altera perante os outros, claro.

    Tua Marianinha tem porte e é mto linda - vou parar, pke já ia escrever "besteira", mas tu sabes k sou mesmo assim, sincera (já percebeste tb k sou um tiquinho inteligente e k sei tirar elações e conclusões, aliás, somos). Esse tipo de presente foi um dos primeiros k tb recebi, qdo criança. Adorei, simplesmente.
    Marido em forma, de pezinho curado, hirto e pujante, graças a Deus! E teu filhote?

    Lentes progressivas é isso mesmo: dão para perto, médio e para longe, ou seja, abrange as diferentes distãncias. São mto boas para os olhos, para a visão.

    Acho bem! Pinta da mesma cor, se te sentiste bem, aprazível e cómoda com ela. Ah, só se ficares bem na foto é k me mandas a mesma? Tu tens umas feições, um rostinho mto agradável, lindo e doce, nem parece k tens 41/2 anos, eu não sei contar, portanto, vais ficar mto bem e podes fazer uma brincadeira com um cachecol ou algo assim. Eu, atualmente, faço poucas fotos, mas fiz tantas, mas tantas entre os 17/8 e os 25/6 anos, k acho k "enjoei". Fui modelo fotográfico, coisa de trazer por casa, coisa local, na qualidade rosto. Foram tardes de sonho. Se maquilhe, desse jeito, agora desse, cabelo pra frente, cabelo para um só lado, enfim, passou, mas foi mto gratificante e minha mãe foi a minha melhor e principal impulsionadora.

    Minha mão, a k foi intervencionada está satisfatória, mas não posso abusar dela, não posso fazer esforços. Tenho k continuar com a fisioterapia. A esq. começou a me dar problemas no dia 07 de Julho desse ano. Acordei às tantas da manhã, com o dedo médio inchado e em nexo (gatilho) e com mtas dores. Fui ao cirurgião, k pediu exames e os fiz já. É outro dedo em gatilho, mas desta vez, o médio, mas segundo o médico é coisa mto recente, portanto, fácil de controlar. A semana passada fiz uma Eco guiada e levei infiltração com corticóide, k não doeu nada, na base do dedo. Estou melhor e sem dores, sim, mas o dedo está um pouco curvado. Daqui a 15 dias, volto lá. Pronto e já chega de falar em doenças.

    Pra semana, estarei ausente de Lisboa e da net, por questões profissionais, mas 2/3 dias são para eu relaxar e sonhar - risos.

    Minina, já passa da uma da manhã! Virgem Santa! Vou dormir, tout de suite, ah, mas tenho de ir limpar o rosto, lavar dentes e etc. Amanhã, vou dormir nas reuniões -risos.

    Kisses for you, my dear!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O meu filhote está bem e lindo de morrer. Sábado estive com ele e fiquei admirando a beleza que eu gerei. Magnifique :)
      Céu rsrs tenho 53 anos rsrsrsrsrs morro de rir com você, amiga, beijocas mille, sempre!

      Excluir
  49. Minha amiga passei para lhe desejar um excelente fim de semana
    Beijinhos
    Maria

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Maria, querida, muitas beijocas amore! Obrigado.

      Excluir
  50. You told us a very beautiful and sad history of this small village. Thanks for it (of course Google translation was not the best :).
    Wish you happy new week. And hope your husband recovers completely.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O marido está ficou bem, obrigado pela visita, um beijo do Brasil.

      Excluir
  51. Que lugar lindo amiga? amei as fotos! só n gosto muito do frio pois já sofro demais c ele aqui na Serra Gaúcha rs...um grande abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olhe, eu não gosto do verão, já comecei a não me sentir muito bem. Mas é assim, cada um de nós é de um jeitinho diferente, mas todos sempre amiguinhos.
      Beijocas querida.

      Excluir
  52. Ola Maria Gloria
    passei por aqui
    deixei um beijinho :)
    Angela

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E tantos outros beijinhos pra você, querida Ângela.

      Excluir
  53. Maria da Glória., adorei te ver por lá e vim agradecer tantos carinhos ! Lindo domingo, nova semana, tuuuuuuuuuudo de bom! bjs, chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo de bom pra você e família, querida Chica. Beijocas.

      Excluir
  54. Passando para deixar um beijinho e votos de um bom domingo, e uma óptima semana, Gloria!...
    Também tenho andado um pouco ausente, por estes dias... alguns restaurozitos, aqui pela casa, por causa do Inverno que se avizinha... e na semana passada um aborrecimento no blogue... a minha lista de blogues favoritos sumiu de repente. Coisas do Blogger... aconteceu comigo e com outros blogues... e eu e o Jorge, estamos ao poucos a recuperar a listagem...
    Felizmente, tenho uma sempre comigo, em papel, pela qual me guio para deixar comentários... senão teria sido um caos, para achar os endereços de todos os blogues que visito, outra vez... nem quero imaginar!...
    Mas aos poucos, contamos voltar a tê-la... pois ainda me falta adicionar imensos blogues...
    Beijinho! Esperando que tudo esteja bem, aí desse lado!...
    Ana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Ana, vi que muitos amigos reclamaram deste ocorrido, com a lista de blogs. Já aconteceu outras vezes e é mesmo difícil de recuperar os blogs.
      Por aqui, andei com reforma na cozinha, outros afazeres, saídas e passeios e o tempo se foi. Agora estou organizando tudo por aqui, casa e blog, com calma.
      Beijocas minha Ana, minha querida :)

      Excluir
  55. Hello, lovely images and post on this beautiful village. Congrats on your blog's anniversary. I hope your hubby is feeling better. Wonderful post, thanks for sharing. Happy Sunday, enjoy your new week ahead!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Friend Eileen, my husband was fine, thank you.
      A kiss from Brazil.

      Excluir
  56. Oiiiiiiiiiii, Glorinha querida!

    Tudo bem? Aqui, também, felizmente.

    Passando para te deixar um beijo, reler minhas conversas contigo, e aqui para nós, k ninguém nos ouve, ler os comentários dos amigos e seguidores de teu blog, tb (coscuvilhice mesmo - risos).

    Se tudo decorrer conforme o previsto, penso atualizar meu blog na próxima 6ª feira ou no final de semana. E a "minina"?

    Beijos e um sincero abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amoreca, não conhecia "coscuvilhice" e adorei saber rsrs...
      Um beijo bella :)

      Excluir
  57. Passando para rever as imagens,e procurar novas receitas.
    Boa continuação de mês.
    Abraços
    janicce.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Janicce, andei um pouco ausente, com afazeres domésticos, incluindo uma reforma na cozinha.
      Mas, agora tudo está tranquilo.
      Beijocas bella.

      Excluir
  58. First of all, my belated wishes to your another year of blogging to be creative. I enjoyed accompanying you touring around this beautiful village while learning its history. The fog made the area look atmospheric. Hope your husband has recovered completely.

    Yoko

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hello Yoko!
      My husband was fine, thank you.
      A kiss from Brazil.

      Excluir
  59. Nossa!
    Que viagem!!!
    Lendo seu post e me perdendo na época... achei super interessante como o local atrai o povo específico - logo os ingleses.
    Estive uma vez aí, num passeio também de trem, mas foi muito muito breve e não passeei pela cidade. Por seus olhares vi muita beleza e vou até enviar seu post para marido - será nossa próxima aventura, pois como não viajamos por dias por causa dos peludos, fazemos bate-e-volta interessantes assim. Fiquei curiosa com a reunião de magos e bruxos... o pessoal vai a caráter?
    Linda homenagem à nossa amiga Céu!
    Parabéns pelo post.
    Abraços esmagadores e feliz dia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, boa tarde querida!
      Os peludos são uns amores, todos. Sim, na convenção todos vão a caráter. Faça uma busca no google com 'Convenção de Bruxas e Magos' e vai encontrar muita coisa, também, vídeos.

      Excluir
    2. Claro, quem não quiser ir a caráter, não precisa ir.

      Excluir
  60. Ahhh... esqueci de dizer que realmente é lamentável o descaso dos políticos com nossa história. Vemos tanta coisa abandonada. Coisas que deveriam estar sempre em manutenção para ensinar as novas gerações que tudo que eles conhecem hoje veio de muito trabalho e suor... É lamentável! Um país que não preserva sua história, não deixa legado algum... :(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E além dos políticos, o povo em geral não aprecia história, acha chato. As pessoas não gostam de pesquisar, de aprender, é assim...

      Excluir
    2. Isso é verdade minha querida. Como professora, vejo o total desinteresse dos alunos hoje em dia. As pessoas de forma geral parecem viver apenas o "hoje". Não se preocupam em conhecer a história, tão pouco se preocupam o que vão deixar. Acho que independente da crença de cada um, temos que fazer sempre o melhor no dia-a-dia, independente de quem está vendo ou não. Nosso gestos falam muito mais que palavras e dinheiro não é nada comparado com vida, amor, respeito...
      O ser humano tem muito que evoluir...

      Obrigada pelo carinho com meu quadrinho.

      Que sua semana seja maravilhosa.
      Abração esmagador.

      Excluir
    3. Perfeitamente, Márcia, gestos valem muito mais do que palavras.
      Um beijinho querida e muitos dias felizes.

      Excluir
  61. QUE LINDAS FOTOS DE NIEBLA...
    UNA PENA ESE TREN ASI DEJADO...
    SALUDITOS

    ResponderExcluir
  62. Boa noite amiga, menina voltei no tempo, visitei Paranapiacaba em 1990, vendo as fotos agora vejo que a evolução do lugar, amei visitar a serra é linda , o clima maravilhoso, Me bateu uma saudade grande! Adorei as imagens estão belíssimas.
    !Abençoada noite, desejo a vc!
    Bjs!

    ResponderExcluir